sexta-feira, 27 novembro , 2020

nara rúbia ribeiro - resultado da pesquisa

Se você não gostou dos resultados, por favor, faça outra pesquisa

Na pureza da infância, eis um aprendizado divino, por Nara Rúbia...

Confissão de aprendizado Vi Deus sorrindo num balanço nos céus. Doutra vez, ele contava carneirinhos para dormir E eu passei a ajuda-lo, até que peguei no sono. Deus...

A desumanização do humano, por Nara Rúbia Ribeiro

...quanto mais alto alguém está na dita “pirâmide social”, como mais humano é tratado e quanto mais baixo está, menos humano. Ocorre, então, a desumanização do humano.

DeclarAção, por Nara Rúbia Ribeiro

Fica assegurado o direito à utopia. E que as armas e os brasões da pátria respeitem o nosso poder-dever de delírio. Saibam que o nosso sonho ganhou força...

Por que as pessoas buscam a dor dos noticiários? por Nara...

E percebi que a ausência da vida é resultante do distanciamento da sua essência. Percebi que as verdades poéticas e cotidianas não são notícia.

O carinho das mãos sulcadas do meu pai, por Nara Rúbia...

Por Nara Rúbia Ribeiro Nos olhos da infância, a dimensão tanto da dor quanto  da alegria tem proporções gigantescas. O que nem desconfiamos é que...

“O amor, como eu o sinto” um texto de Nara Rúbia...

Por Josie Conti As pinturas de Kathe Fraga evocam as paredes gastas , pintadas à mão de uma grande mansão antiga parisiense. Painéis decorativos trazem...

O silencioso aprendiz, por Nara Rúbia Ribeiro

Por Nara Rúbia Ribeiro "Sabe aquele silêncio que nem a espada mais afiada fatia? Esse silêncio é deus", disse o velho mendigo ao menino engraxate...

Terminal, por Nara Rúbia Ribeiro

  TERMINAL O passarinho estava ali, sob a mesa há pouco desocupada por um casal desencontrado. Ele ciscava o chão e comia passados. Fagulhas de pão, fragmentos de sonho, restolhos de dor, partículas...

Se quiser namorar-me, por Nara Rúbia Ribeiro

CALMA Se quiser namorar-me, Tenha calma. Traga na alma a lembrança de que sou sonho E não posso ser tocada do nada Ou beijada como se mortal eu fosse. Faça...

Cansaço- por Nara Rúbia Ribeiro

CANSAÇO Deveria haver na vida Um tempo De férias do existir. Assim, Quando o caos das horas Nos visitasse o relógio da alma Uma calma inexistência Nos levaria a paragens Onde todo sonho...

“Nas quinas do quintal do mundo”, um conto de Nara Rúbia...

Afirmo, dona Angita: o quintal do mundo tem quina. Ora, se até o Tempo tem dobradura! Acredita, não, senhora? Pois tem. Quando caminhei de solavanco...

Maria Augusta Ribeiro: a poetisa de outonais poentes

Por Nara Rúbia Ribeiro Maria Augusta Ribeiro, poetisa portuguesa, impressiona-nos por sua singular sabedoria. Esse saber inerente a uma profunda reflexão cotidiana e a um...

Lições que o tempo e a poesia me ensinaram

A liberdade é uma asa com lâminas em lugar de penas; e voar é ferir-se.

Invictus: o poema que inspirou Nelson Mandela em seus 27 anos...

"Willian Ernest Henley, ao escrever o poema abaixo, jamais sonharia que os seus versos poderiam inspirar um homem com grandeza de Nelson Mandela a suportar, por vinte e sete anos, o cativeiro, condenado por sua luta contra o apartheid. " Nara Rúbia Ribeiro