“Emancipação” será lançado em 9 de dezembro e o ator espera que “o material e o poder da história abram o coração das pessoas para que vejam, reconhecam e apoiem os incríveis artistas deste filme”.

O infame tapa de Will Smith em Chris Rock durante o Oscar chamou a atenção do mundo. O ator, naquele momento de raiva, nunca pensou em todas as repercussões que isso teria para sua carreira e, muito menos, para aqueles que o cercavam. Will já declarou publicamente que se arrepende do que fez e agora pede que seu novo filme “Emancipação” não seja julgado como algo que não deve ser visto com base apenas em suas ações pessoais passadas. Há muito mais gente envolvida.

Daqui vemos que há um esforço do artro em se redimir. Recentemente Will Smith pagou do próprio bolso o cachê de figurantes que trabalharam em calor extremo em novo filme.

O diretor de Emancipação, Antoine Fuqua, também disse que Will é a pessoa mais gentil que ele conhece..

“Will Smith manteve uma atitude positiva durante todo o tempo em que estavam filmando, e ele foi até caloroso e amigável com toda a equipe de produção. “Will andava por aí se abraçando e apertando as mãos. Aos figurantes que tinham de interpretar cadáveres no chão, dava-lhes dinheiro extra por terem de estar no chão para graus”, então ele espera que em breve o público e Hollywood “possam perdoá-lo e ele possa seguir em frente” já que ele também disse que era um bom homem, disse o diretor

Em entrevista a Kevin McCarthy , Will Smith explicou que entenderia se houvesse quem não se sentisse preparado para perdoá-lo e ver o filme. No entanto, ele afirmou que gostaria que sua equipe não fosse afetada por suas ações individuais.

Twitter @KevinMcCarthyTV

A esse respeito, ele disse: ” Entendo perfeitamente se houver quem não esteja pronto, respeito absolutamente isso “. Ele disse isso quando o entrevistador lhe disse que havia mostrado recentemente a seus fãs o trailer do filme e muitos expressaram que ainda não se sentiam prontos para perdoar as ações do ator.

Will continuou explicando sua situação: “Minha maior preocupação é que minha equipe… Antoine, eu acredito, fez o melhor trabalho de toda a sua carreira. As pessoas nesta equipe fizeram o melhor trabalho de todas as suas carreiras. Meu maior desejo é que minhas ações não prejudiquem minha equipe . Neste momento é tudo o que eu quero .”

Twitter @KevinMcCarthyTV

Ele também acrescentou que espera que “o material e o poder da história abram o coração das pessoas para ver, reconhecer e apoiar os incríveis artistas deste filme “. Além de Smith, Antoine Fuqua, diretor do filme, estava presente e expressou sentimentos semelhantes ao ator. Segundo ele “ o filme é maior que aquele momento ”.

O filme é sobre ” Whipped Peter ” (Peter o chicoteado), que era uma pessoa real. Ele, interpretado por Will Smith, foge da plantação na Louisiana onde é escravizado. Mas seus problemas não terminam aí, pois ele deve escapar dos caçadores que o perseguem e enquanto ele atravessa os implacáveis ​​pântanos da Louisiana. Se você é um daqueles que quer dar uma chance a Smith, aqui está o trailer :

O que você acha? Will Smith merece uma segunda chance?

***
Com informações de UPSCOL







LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES



As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.