Ele estava em coma e o latido de seu cão fiel o fez acordar. Ele garante que este é seu “anjo”

Little Teddy foi batizado como um anjo da guarda depois que seu dono acordou ao ouvir seu latido.

CONTI outra

“Ela colocou Teddy no meu peito e ele me acordou. De certa forma eu acho que é meu anjo da guarda”, disse seu dono.

Little Teddy foi batizado como um anjo da guarda depois que seu dono acordou ao ouvir seu latido.

Seu tutor estava gravemente doente e a equipe do hospital deixou o cão sentar ao lado do paciente na cama.

Andy Szasz é o nome de seu dono e os médicos decidiram o dar alta depois que Teddy o ajudou no processo de recuperação. Seu fiel companheiro permaneceu ao seu lado constantemente para caminhadas e exercícios diários.

Foi em 2016, quando Andy Szasz, de 65 anos, ficou doente com pneumonia e estava recebendo tratamento para o câncer de intestino, então eles decidiram induzi-lo ao coma.

A saúde de Andy não era boa e sua esposa perguntou à equipe do hospital se ele poderia levar Teddy para visitar seu dono. Os médicos disseram que sim e ela decidiu colocar o cachorro no peito de Andy.

“Ela colocou Teddy no meu peito e ele me acordou. De certa forma, acho que ele é meu anjo da guarda “, disse Andy Szasz.


A história de ambos foi conhecida no último episódio de Dog Rescuers, um popular programa de televisão que revela como o abrigo RPSCA mudou a vida dos pacientes com cães de terapia.

“Eu sempre digo às pessoas que resgatei Ted e que ele me resgatou. Temos um vínculo especial “, disse Szasz ao The Times .

Atualmente , o pequeno Teddy é oficialmente um cão de terapia e trabalha no Hospital Geral de Southampton. Além disso, visita outros pacientes em casas de repouso, escolas ou outros centros médicos no Reino Unido.

Tradução feita pela CONTI outra, do original de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.