Dentista usa ilustrações em receita médica para ajudar paciente analfabeta que errava medicação

Por não saber ler e escrever, muitas pessoas no Brasil todos os dias encontram dificuldades para realizar tarefas que, para os alfabetizados, são extremamente triviais, como assinar o próprio nome, ler o rótulo de um produto na prateleira do supermercado, ou ler as anotações em uma receita médica.

REDAÇÃO CONTI outra

Por mais que possa parecer uma questão já superada, o analfabetismo ainda é um problema no Brasil. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país ainda tem cerca de 11,8 milhões de analfabetos. Desta forma, por não saber ler e escrever, muitas pessoas no Brasil todos os dias encontram dificuldades para realizar tarefas que, para os alfabetizados, são extremamente triviais, como assinar o próprio nome, ler o rótulo de um produto na prateleira do supermercado, ou ler as anotações em uma receita médica. E foi justamente por entender as dificuldades destas pessoas que um dentista de Salvador (BA) teve uma ideia bastante criativa. Ele ilustrou uma receita médica ajudar uma paciente analfabeta.

Tudo começou quando, durante uma visita de uma paciente idosa ao seu consultório, o dentista Ricardo Cayres percebeu que ela vinha tomando medicação para baixar a pressão arterial, mas que os remédios não estavam surtindo efeito. Foi aí que ele descobriu que a senhora de quase 60 anos estava tomando de maneira equivocada a receita sugerida, por não saber ler o que estava escrito ali. E então Ricardo decidiu ilustrar uma receita para ajudar a dona Cris.

“Descobri que era porque ela não era alfabetizada e não entendia como seguir a receita do médico. Então, resolvi fazer esse desenho pra que ela entendesse”, disse o profissional.
A partir de ilustrações extraídas de embalagens de comprimidos e da internet, a receita ilustrada explica didaticamente quantos comprimidos dona Cris precisa tomar de cada remédio, e em qual período do dia.

“Tirei foto das embalagens, peguei imagens do Google e segui a receita! Montei na mesma hora, imprimi, e a fiz entender, repetir, garantir que de fato ela entendeu, e só então ela foi liberada”, explica o dentista.

“O profissional de saúde que busca a excelência no atendimento, não é aquele que investe apenas em certificados e diplomas na parede – apesar de ser muito importante investir nisso – mas sim aquele que busca entender o seu paciente. Mas entender de verdade. Que enxerga o ser humano à sua frente, com seus medos, anseios e limitações. Que se dispõe a cuidar dele, da sua saúde, da sua vida! Que busca, sobretudo, ser humanizado!”, concluiu o dentista.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Esse fato aconteceu hoje, e não é uma postagem sobre diferencial, e sim, sobre HUMANIZAÇÃO… . Minha paciente era hipertensa e já havia ido ao consultório tentar fazer a extração, mas, a pressão arterial havia dado alta, segundo ela, mesmo tomando a medicação.😓 . Recomendei que ela procurasse o médico para que ele avaliasse e normalizasse a sua condição. . Dias depois, ao retornar ao consultório Odontológico, ela trouxe algumas embalagens de 2 tipos diferentes de remédio para pressão, prescrita pelo médico do posto de saúde. . Porém, quando fui aferir novamente a sua pressão, ainda estava elevada. Mas como era possível? 🤔🤔🤔 . Numa conversa, percebi que ela não estava tomando os remédios da forma correta prescrita pelo médico e por um motivo muito simples: ela não era alfabetizada (lembrei dessa informação que ela me deu na nossa primeira consulta, quando ela não assinou o prontuário por não saber escrever). . Por isso, ela não sabia qual dos remédios tomar e nem os horários corretos, apesar de estar tudo escrito na receita. 😔 . Pronto! Um pouco de boa vontade, criatividade e humanização foram suficientes para que eu criasse esse “esqueminha” dos remédios. Tirei foto das embalagens, peguei imagens do Google e segui a receita! . Montei na mesma hora, imprimi, e a fiz entender, repetir, garantir que de fato ela entendeu, e só então ela foi liberada. Em breve, ela retornará para continuarmos os nossos procedimentos. 😊😊 . O profissional de saúde que busca a excelência no atendimento, não é aquele que investe apenas em certificados e diplomas na parede (apesar de ser MUITO importante investir nisso), mas sim aquele que busca entender o seu paciente. Mas entender DE VERDADE. Que enxerga o ser humano à sua frente, com seus medos, anseios e limitações. Que se dispõe a cuidar dele, da sua saúde, da sua vida! Que busca, sobretudo, ser humanizado! . Eu amo a Odontologia, eu amo a área da saúde, eu amo atender meus pacientes, eu amo cuidar deles. 😍 . Humanizar é preciso! (Depoimento do Dr. Ricardo Cayres – Cirurgião Dentista). . #Odonto #Odontologia #Dentistry #Humanizacao #MadreDeDeus #DiasDavila #LauroDeFreitas #Salvador #SimoesFilho #FeiraDeSantana

Uma publicação compartilhada por Dr.Ricardo e Dra.Raiane Cayres (@irmaosdentistas) em

***

Redação CONTI outra. Com informações de Razões para Acreditar

Fonte: SNB/Fotos de capa: Reprodução/Instagram @irmaosdentistas

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.