Conheça os cupinzeiros iluminados do cerrado do Mato Grosso do Sul que parecem castelos de fadas

São larvas de vaga-lumes que iluminam os cupinzeiros fazendo com que eles adquiram o aspecto de reinos encantados (matéria com vídeo)

CONTI outra

Recentemente nós publicamos imagens maravilhosas de um fenômeno que, após 60 anos, voltou a aconteceu nas praias de Acapulco, no México: a bioluminescência causada por bactérias marinhas, como ilustra a imagem abaixo. Você pode ler a matéria “Após 60 anos, fenômeno da fauna marinha volta a iluminar praia do México” clicando no link.

Entretanto, o fenômeno da bioluminescência não acontece só no México e nem é exclusividade de bactérias marinhas. Na região norte de Mato Grosso do Sul, mais especificamente no Parque das Emas, ocorre anualmente um outro fenômeno que também traz brilho às noites.

O Parque Nacional das Emas, área de conservação de aproximadamente 132 mil hectares, abrange os municípios de Mineiros e Chapadão do Céu, em Goiás, e Costa Rica. E é lá que podemos presenciar a bioluminescência , que na área acontece por conta de uma espécie de vagalume que deposita seus ovos nos buracos dos cupinzeiros. As larvas, quando nascem, emitem luzes verdes que brilham e podem ser vistas em noites sem lua e úmidas. Os cupinzeiros, quando iluminados, adquirem o aspecto de reinos encantados. Parecem, literalmente, um castelo de fadas.

Vejam as imagens fantásticas do fotógrafo Alessandro Bearzi:

Fotografia: Alessandro Bearzi
Fotografia: Alessandro Bearzi

“Acredito que este fenômeno raro só acontece no Parque Nacional das Emas, sempre entre outubro e dezembro, especialmente no início do período das chuvas. Sem dúvida é uma beleza fantástica que vale a pena conhecer, desde que acompanhado de guias treinados”, disse Keyler Simey Garcia Barbosa, para o Campo Grande News.

Talvez, se olharmos com os olhos poéticos e magia no coração, realmente entendamos que os vagalumes são fadinhas. Como são lindos!

Abaixo, um video sobre o fenômeno:

Imagem de capa: O fenômeno natural da bioluminescência no Parque Nacional das Emas Foto: Alessandro Bearzi

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.