sexta-feira, 22 novembro , 2019

A infinita fiandeira, por Mia Couto

A aranha, aquela aranha, era tão única: não parava de fazer teias! Fazia-as de todos os tamanhos e formas. Havia, contudo, um senão: ela...

“UM SONHADEIRO ANDA POR AÍ, POR LONJURAS E AVENTURAS”

Eu gosto que você continue sonhando, mesmo que seja com impossíveis miúdas. - Estou sonhando em justa causa, Doutor. Porque eu, se não fosse o...

O menino que escrevia versos- por Mia Couto

Mia Couto nasceu em 1955, na Beira, Moçambique. É biólogo, jornalista e autor de mais de trinta livros, entre prosa e poesia. Seu romance Terra...

Lenda oriental

Conta uma lenda popular do oriente que um jovem chegou a um oásis, próximo de um povoado, e aproximando-se de um velho sábio, perguntou-lhe: -...

Os sons do silêncio- reflexão

Um rei mandou seu filho estudar no templo de um grande mestre com o objetivo de prepará-lo para ser uma grande pessoa. Quando o príncipe...

Salvo pela gentileza- reflexão

Conta-se uma história de um empregado em um frigorifico da Noruega. Certo dia ao término do trabalho, foi inspecionar a câmara frigorífica. Inexplicavelmente, a porta...