Bairro pobre e perigoso do Chile é um dos que mais recicla no país

Este bairro do Chile recicla 140 toneladas de plantas por semana e seu município economiza cerca de US $ 500 por dia por conta disso. Ou seja, você não precisa ser rico para ajudar o planeta.

REDAÇÃO CONTI outra

Ao sul de Santiago, no Chile, localiza-se uma das comunidades mais pobres e perigosas da cidade. La Pintana tem sido estigmatizada há anos por causa de seus altos níveis de violência, mas apesar desse fardo, hoje ela se destaca por uma tremenda razão: é um dos municípios que mais reciclam lixo no Chile.

A iniciativa do município local é um exemplo. De acordo com AJ +, eles coletam 140 toneladas de resíduos por semana, o que representa 50% dos resíduos gerados.

O trabalho conjunto dos moradores do local e do município não só alcançou impacto ambiental, como também reduziu despesas. Como eles fazem a reciclagem e não pagam por uma empresa especializada, economizam cerca de US $ 500 (aproximadamente 1.969,00) por dia.

Nós não precisamos ser ricos para ser conscientes e o bairro La Pintana deixa isso bem claro. Eles são um exemplo de como superar obstáculos econômicos, ambientais e sociais e fazer a diferença no planeta.

Desde 2005, o município recolhe resíduos de plantas para criar composto e todo o processo foi ensinado aos vizinhos. “Reunimos o tomate, a batata e as cascas de todos os vegetais”, disse um dos moradores do bairro ao AJ+.

A expectativa é de que mais comunidades em Santiago copiem a ação do bairro La Pintana, no intuito de que o 11º lugar em desenvolvimento sustentável na América Latina, conquistado pelo Chile, possa ser superado.

***

Redação CONTI outra. Com informações de upsocl

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.