Zoológico mais antigo do Brasil decreta fim do enjaulamento de animais e se torna BioParque

O Zoológico do Rio de Janeiro foi fundado há 138 anos ainda no período imperial e, após fechar em novembro do ano passado, será reinaugurado como BioParque. Saiba mais!

Ana Carolina Conti Cenciani

A inauguração do novíssimo espaço está programada para julho, o RioZoo passará a ser chamado de BioParque do Rio, se tornando um centro de conservação da biodiversidade. O BioParque se comprometerá com as melhores práticas internacionais para garantir maior bem-estar animal, como o fim do enjaulamento e espaços mais amplos para os animais silvestres.

Lá estão quase cinquenta espécies de animais ameaçadas de extinção, dentre eles a onça-pintada, o lobo-guará e a anta. Que estarão protegidas!

Para os amantes dos animais e entusiastas da natureza, o BioParque do Rio disponibilizou dois tipos de planos mensais para sócios, que terão a oportunidade de acompanhar toda a transformação do Zoo de perto. Os planos são divididos entre individuais ou para 4 pessoas, com os valores de R$ 4,99 ou R$ 7,99 por mês.

O BioParque terá diversas áreas divididas, reproduzindo o habitat natural de mais de 800 espécies de animais. Como a “Aventura Selvagem”, que reunirá animais africanos como hipopótamos, zebras, girafas e impalas, e o setor “Aves do Brasil”, com mais de 220 aves representantes de biomas brasileiros.

Para saber mais acesse o site do BioParque do Rio
Com informações de The Greenest Post

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.