Infelizmente, a maioria de nós conhece casos de idosos que foram parar em casas de repouso por negligência da família e acabaram por desenvolver distúrbios, como depressão, ansiedade e estresse. E a mesma situação acontece com os animais.

Com o intuito de tentar amenizar o problema, o abrigo de animais Pima County Animal Care Center, no Arizona, e o Catalina Springs, casa de repouso especializada em idosos com problemas de memória, estabeleceram uma parceria especial: unir animais e idosos carentes de atenção e afeto.

Vovôs e vovós oferecem carinho e cuidados para os gatinhos, deixando-os mais saudáveis, e em troca, a atividade melhora a condição mental dos idosos por meio do estímulo e conexão com os felinos.

“O desejo de dar e receber amor permanece. Os gatinhos lhes deram a oportunidade de alimentar essa condição humana, que está em cada um dos residentes”, disse um organizador.

Não é uma ideia fabulosa? É com certeza um bom exemplo, a ser copiado em todas as partes.

***

Redação CONTI outra. Com informações de Tribuna de Jundiaí e Vírgula.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.