Vovó de 93 anos recebe seu diploma de graduação com 75 anos de atraso. Ela teve que abandonar a escola

Devido à pandemia COVID-19, a família de Eileen não conseguiu se reunir. No entanto, eles tinham uma surpresa que fez seu dia e deixou todos animados.

Ana Carolina Conti Cenciani

Originalmente de Staten Island, em Nova York, Estados Unidos, Eileen Delaney foi forçada a abandonar o colégio para conseguir um emprego de tempo integral para ajudar sua madrasta com as contas. Ela conseguiu um emprego na New York Telephone Company.

“Foi um bom trabalho na época. Mesmo não tendo me formado no ensino médio, ainda era amiga de todos!”, conta Delaney em entrevista à WJLA.

A mãe de Eileen morreu quando ela tinha apenas 12 anos e seu pai se casou novamente quando ela tinha 14. Hoje, com seus 93 anos, ela mora em Centerville, na Virginia, desde 1998. Ela tem oito netos, cinco bisnetos e uma família inteira que a ama e se esforça para vê-la feliz.

Maureen Delaney

Este ano, devido à pandemia COVID-19, sua família quis comemorar seu aniversário de uma forma especial e dar a ela um presente inesquecível. A filha de Eileen, Maureen, contou que toda a família se reuniu para fazer uma “explosão de cartões de aniversário” para a sua mãe, entregando afeto e amor à distância.

Mas a família tinha mais uma surpresa na manga. “Não é fácil surpreender, mas fiquei realmente surpresa”, disse sua filha.

A sobrinha de Delaney contatou o diretor da Port Richmond High School em Nova York e a associação de ex-alunos, da qual Eileen permaneceu indiferente por todos esses anos e recebeu um diploma do ensino fundamental da classe de 1945.

Eileen Delaney finalmente recebeu seu diploma do ensino médio, o que, de acordo com membros da família, deveria ter acontecido há décadas, há 75 anos para ser exato.

“Eu não tinha ideia, nunca passou pela minha cabeça.”, conta a senhora de 93 anos ao receber o diploma.

Maureen Delaney

Os membros da família participaram de uma chamada Zoom para a surpresa especial. Eles ainda não se encontraram e todos estão respeitando as indicações para a prevenção contra o coronavírus. Mas o esforço e o amor que eles colocaram nos cartões e na surpresa tornaram este 93º aniversário de Eileen emocionante e difícil de esquecer.

Maureen Delaney

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.