Vovó de 91 anos se muda para uma casa de repouso para morar com o marido: “Eu não suportaria ficar sem ele”

"Meu avô foi para uma casa de repouso há 5 semanas e minha avó não conseguia viver sem ele, então ela decidiu se mudar para lá", conta sua neta Charlotte.

Ana Carolina Conti Cenciani

Ás vezes, quando ouvimos a frase “até que a morte os separe”, não entendemos o peso do que significa um compromisso sincero. Não são palavras isoladas, mas uma das promessas mais puras que podemos ter. Um acordo feito por amor, e esse amor quando é sincero pode até impactar as almas dos outros.

Um belo momento foi vivido em Birmingham, na Inglaterra, quando Charlotte Chapman postou um vídeo emocionante em que sua avó surpreendeu seu avô – que está em uma casa de repouso – indo morar com ele.

Acontece que Kenneth Meredith, de 96 anos, foi transferido para uma casa de repouso há mais de um mês devido à sua demência. Precisando de mais cuidados, ficou muito difícil para sua esposa, Betty, de 91 anos, controlar seus episódios e manter suas necessidades básicas.

Twitter – @chaarlchap

Porém, seus corações tiveram que permanecer unidos e apesar de qualquer doença, o amor entre eles é infinito.

No vídeo você pode ver como tudo foi uma surpresa orquestrada entre a família e a casa de repouso para trazer a boa nova para Kenneth. Betty pôde ser vista se aproximando lentamente do marido enquanto a música “Only You”, do grupo The Platters, toca ao fundo.

“Meu avô foi para uma casa de repouso há 5 semanas e minha avó não conseguia viver sem ele, então ela decidiu se mudar para lá”, conta Charlotte Chapman no Twitter.

Segundo a própria Charlotte, o casal que vive casado há 71 anos, começou a ver a sua saúde piorar desde agosto deste ano, após a morte da filha. Assim que Kenneth foi transferido para a casa de repouso, ele não sabia quando sua esposa iria visitá-lo devido às restrições do COVID-19, o que o deprimia.

Twitter – @chaarlchap

Foi assim que Betty decidiu que o melhor a se fazer era ir morar com o marido, em Bourn View, sejam quais forem as condições, desde que prevaleça a saúde de ambos.

E aparentemente essa ação não atingiu apenas o coração de quem estava na sala, mas também dos milhares de usuários das redes sociais que compartilharam este vídeo. Muitos acham difícil acreditar que existe um amor tão sincero hoje em dia. Sem dúvida, um belo gesto que inspira muito!

 

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.