A pandemia, iniciada no ano de 2019, estimulou muitas pessoas a buscar ajuda de  profissionais da área psi, sejam ele psicólogos, psiquiatras e/ou psicanalistas. Desde então, atendi dezenas de pacientes que se contaminaram pelo Covid-19 e padeceram gravemente tanto física quanto mentalmente. Outras pessoas também buscaram atendimento devido à ansiedade, tristeza, angústia e sofrimentos psíquicos desencadeados pelo medo do vírus.

Observei que a maioria dessas pessoas buscou meu trabalho trazendo a COVID-19 como queixa inicial, mas, durante o  aprofundamento do processo analítico, pude constatar que a maioria delas já estava em sofrimento psíquico há muito tempo.

Mas o que essas pessoas tinham em comum além de terem adoecido ainda mais por conta do Covid-19? O medo do processo psicoterapêutico/psicanalítico!

Muitas são as fantasias que envolvem o funcionamento dos atendimentos psicológicos/psicanalíticos. Por causa disso é importante desmistificar esse assunto para que as pessoas que necessitam desse trabalho possam buscar ajuda e iniciar um processo psicoterapêutico antes de adoecer de forma grave.

A seguir, você vai conferir dois quadros que fazem a comparação entre como as pessoas pensam que funcionam os procedimentos de psicoterapia/psicanalítico versus a explicação de como eles realmente são.

O objetivo desse conteúdo produzido pela responsável pelo projeto A Psicanalista Online, Elisângela Siqueira, é informar e quebrar estes tabus que podem prejudicar ainda mais as pessoas que precisam deste trabalho.

Conheça agora como as pessoas pensam que funciona a psicoterapia/psicanálise:

Texto: Elisângela Siqueira – psicóloga e psicanalista responsável por A Psicanalista Online
Foto de cottonbro no Pexels

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Psicóloga com especialização em Psiquiatria e Psicologia da Infância e da Adolescência e em Psicoterapia Psicanalítica Breve. Mais de 10 anos de experiência. Atendimentos presenciais e online.