Você não pode viver duas vidas. Viva sua vida e permita que outros vivam a deles!

Nunca sabemos como nossas palavras afetarão os outros, podemos estar matando um sonho, podemos fazer com que alguém perca uma boa oportunidade ou se afaste de um grande amor, isto, sem perceber ou acreditando que é o mais conveniente.

Todos nós, de uma forma ou de outra, influenciamos a vida dos outros. Às vezes, pelo que dizemos, o que fazemos ou o que defendemos. Temos uma gama de possibilidades de influenciar para o bem ou mal as pessoas que estão normalmente,  em nosso ambiente.

No entanto, seria útil limitar esse papel para dar um bom exemplo em nosso próprio comportamento, obviamente sem o objetivo de inspirar os outros, mas isso é uma conseqüência do que semeamos no nosso dia a dia.

É muito mais útil apoiar, entender, acompanhar e admirar -mesmo quando os outros vivem de maneira diferente do que viveríamos- àqueles que, de uma maneira ou de outra, estão localizados dentro de nosso círculo.

Nunca sabemos como nossas palavras afetarão os outros, podemos estar matando um sonho, podemos fazer com que alguém perca uma boa oportunidade ou se afaste de um grande amor, isto, sem perceber ou acreditando que é o mais conveniente. Portanto, evite críticas, evite desencorajar aqueles que estão fazendo algum esforço em suas vidas, evite fazer juízes e se declarar culpado ou inocente. Existem muitos juízes naturais: o meu favorito é o tempo, ele é responsável por colocar todos em seu lugar e através dele tudo é magicamente adequado.

Graças ao tempo, agora eu reconheço mais facilmente que existem milhões de maneiras de alcançar o mesmo resultado e que muitas vezes o que para mim pode ter sido a melhor alternativa, depois, se tornou mais uma em meio de muitas outras opções melhores para alcançar o mesmo ou até algo melhor.

Mas isso requer experiência e também humildade, reconhecer que as coisas não são como se pensa e que uma ideia maluca para nós, pode ser a melhor alternativa para alguém.

Respeito a todos. Mesmo quando pensamos que alguém está errado, podemos intervir de uma maneira sutil, sem colocar a ação de juiz ou carrasco, mas sim a ação de apoio, solidariedade, empatia … Com isso, sem dúvida, será mais fácil gerenciar nossas próprias vidas sozinho, respeitando a vida dos outros e permitindo que todos cresçam à sua maneira.

Por: Sara Espejo – Canto do Tibete

Tradução de CONTI outra, do original de Rincon del Tibet.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.