Você existe, eu sei. E é exatamente por isso que você deve prestar atenção nos carinhos depositados a seguir.

Eu já estive no mesmo lugar que você. Com uma dor, com um aperto grande demais para carregar. O motivo conta, mas não é o mais importante agora. O que me importa é que sinta, com todas as letras, que você não está só.

Eu já estive no mesmo lugar que você. Com uma dor, com um aperto grande demais para carregar. O motivo conta, mas não é o mais importante agora. O que me importa é que sinta, com todas as letras, que você não está só.

Às vezes a vida pega a gente pelos pés e nos mostra o quanto ela é independente, o quanto ela decide as coisas sem precisar da nossa opinião ou vontade. Não adianta muito a gente argumentar contra. Mas isso não significa que eu, você ou qualquer pessoa deva cruzar os braços e esperar que tudo melhore. Felicidade leva tempo e dá trabalho.

Eu sei que você dirá que não merece metade das dores e dificuldades que está passando, e eu concordo com você. Você não merece, tenho certeza. Mas é a vida… E o que fazer, então?

Respirar para começar. Tudo o que você precisa está dentro do seu próprio amor. Não é conversa, é sério. Se você não acreditar, ainda que um pouquinho, no amor que você sente por si, imagina o mundo? São muitas pessoas para o “o que tiver de ser” dar conta.

Faz assim, sintonize o amor que você tem aí dentro. Faça-se este favor. A vida não pode interferir nisso, confia em mim. E se você achar que é muito complexo, olhe para os lados, repare em quem está ao seu redor – lutando também, sentindo também, muitos corações vivendo de vários jeitos com o mesmo objetivo que você, encontrar um pouco de paz pelo caminho.

Você existe, eu sei. Não desista. O seu amor é tão bonito e a vida sabe disso. Escolha-se.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Guilherme Moreira Jr.
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"