Você é uma mulher incrível

Você é uma mulher incrível. Malha, trabalha, faz pilates, cuida da casa, paga as contas sem a ajuda de ninguém. Sai com as amigas, bebe, ri, se diverte. Dança. Quando não tem companhia, vai sozinha e aproveita do mesmo jeito. Sai com calor, com frio, de salto ou de bota. Quando chega, todo mundo te vê, te quer perto, te admira.

Se encanta com olhares, com sorrisos despreocupados e com pequenas gentilezas. Não tem medo de viver, de correr riscos, de amar. Se errar, pede desculpas. Se cair, levanta e recomeça.

Todos os homens te observam, te desejam e tentam se aproximar. Às vezes você permite, às vezes não. Quando chegam, criam sua morada. Você permite que te conheçam, entrega de graça suas risadas e seu jeito leve de levar a vida. De cara, sempre escuta “você é uma mulher incrível”.

Semanas depois, quando você se pega cantando Jorge e Mateus no banho e a música começa a fazer sentido, escuta de novo “você é uma mulher incrível, MAS…” Mas eu não quero me relacionar agora. Mas eu estou focado no meu profissional. Mas eu conheci outra pessoa. Mas eu não quero te magoar. Mas a putaquepariu toda. Se você é uma mulher incrível, por que não deu certo?​

​Não deu ​certo porque não tinha que dar. Porque ele não estava tão pronto quanto você. Porque ser independente é uma qualidade, mas assusta. Não deu certo porque ele não carrega a mesma força e fé dentro de si que você, e sentiu que não seria capaz de fazê-la feliz por muito tempo.

Não deu certo porque ele tem receio de te desapontar, e sabe que hora ou outra vai fazê-lo. Ele sabe que vai te machucar, e sabe também que você não merece passar por isso de novo. Ele sabe que não tem corpo, alma e coração para te entregar como você, despretensiosamente, pensou em fazer por/para ele.

Não deu certo. E não é culpa sua se outrem não estava preparado como você já está. Tenha paciência, menina. A vida nos dá o frio conforme o nosso cobertor. Você é SIM uma mulher incrível, e vai ficar tudo bem.

Imagem de capa: Raisa Kanareva/shutterstock

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Ana Carolina Faria Bortolo
Turismóloga e Administradora de Novos Negócios por formação. Escritora, pintora e dançarina por vocação. Planejadora de eventos, bartender, agente de viagens e vendedora por profissão. Garçonete de navio por opção. Vi o mundo e voltei, e de todos os rótulos que carrego na bagagem, só um me define bem: sou uma ótima contadora de histórias.

COMENTÁRIOS