Nesta quarta-feira (6), uma criança de 5 anos foi arremessada para fora de uma van escolar, no Riacho Fundo II (DF). O momento foi gravado e as imagens mostram o momento em que a porta do veículo começa a se abrir, até ficar totalmente aberta.

Assim, é possível ver um menino em pé, dentro do veículo, que é lançado para fora. Ele está na UTI do Hospital de Base.

Nas redes sociais, a mãe do garoto relatou que o acidente ocorreu logo após uma curva, mas não foi possível identificar se o menino abriu a porta ou se ela já estava destravada. Mas, o registro mostra que ele estava em pé no veículo, e não sentado com o cinto de segurança.

Segundo a mãe, durante o acidente, o veículo passou por cima do corpo da criança, o que gerou fraturas na bexiga, rompimento da bacia, hemorragia no estômago e outros ferimentos.

Foto: Reprodução R7

O garotinho foi levado à UTI do Hospital de Base e passou por cirurgia. A mãe conta que o filho está em observação e se recuperando bem. A criança deve ser transferida para o Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB).

Nazon Simões Vilar, é presidente do Sindicato dos Transportes Escolares de Brasília, e diz que entre as orientações a todos os integrantes do sindicato está a que estabelece a obrigatoriedade do uso de cinto de segurança nos veículos.

“É de nossa obrigatoriedade que a criança esteja sempre com o cinto de segurança, como diz a lei. O não uso não pode se tornar uma situação rotineira”, pontua.

A mulher responsável pela van disse que o instrutor fica em pé entre as poltronas para dar segurança às crianças e que não teria percebido que o menino havia soltado o cinto e ido em direção à porta do veículo, “vindo a abri-la, caindo ao chão”.

Além disso, a proprietária contou aos policiais que a roda do veículo passou por cima do menino e que ela acionou o Corpo de Bombeiros.

 

Com informações de R7

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.