Esse casal protagonizou uma cena polêmica no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Eles foram responsáveis por quebrar um guichê da companhia aérea Gol depois que um voo para o aeroporto de Confins, em Minas Gerais, atrasou devido ao mau tempo.

O avião chegou a decolar, mas teve que voltar a Guarulhos devido às más condições. Segundo a Gol, a aeronave teve que voltar “por conta das condições meteorológicas adversas em Confins”.

A companhia também disse que ofereceu “o suporte necessário a todos os clientes”. Eles teriam sido acomodados em hotéis para, então, viajarem na terça (2).

O casal estava com um bebê 5 meses e, no guichê, pediam para que a Gol oferecesse um hotel para que eles pudessem ficar até o momento do próximo voo.

O pedido feito pelos dois, portanto, não foi pacífico e envolveu gritos e gestos destinados aos funcionários da companhia. No fim, o casal chegou a quebrar o guichê de atendimento.

“Vou começar a quebrar. Resolve, resolve. Ele só tem 5 meses”, disse a mulher. Nesse momento, o pai da criança, pega um pedestal e bate na placa de proteção do guichê da Gol. Em seguida, ele quebra também o pedestal.

Foto: Reprodução/Twitter

“Eu quero que vocês resolvam, o meu menino está com 5 meses. Resolve. A menina falou para mim tem duas horas. O meu menino não tem que pagar por isso, quero alguém resolvendo aqui agora. Quero a polícia, o menino não tem culpa”, gritava o homem.

A mulher, mesmo pedindo para seu companheiro se acalmar, também começou a gritar: “Demorei 16 anos pra conseguir ter meu filho, gastei R$ 50 mil. Se esse menino adoecer, se acontecer qualquer coisa com ele, eu juro que eu mato, eu mato um por um. Coloca o meu filho em um hotel para tomar um banho. Coloca o meu filho em um hotel.”, gritava.

Foto: Reprodução/Twitter

O Aeroporto de Guarulhos informou que o casal foi levado a uma delegacia da Polícia Civil. “A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, acionou a Polícia Militar e os passageiros envolvidos foram conduzidos para a delegacia da Polícia Civil, para registro da ocorrência”.

A cena foi gravada por outras pessoas que estavam no local e fez sucesso nas redes sociais.

Com informações de Yahoo 

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.