A vida se dá por construção e desconstrução

"Não destrua. Desconstrua. A desconstrução na vida é um processo de desfazer o que foi feito usando como base a consciência."- Paulo Bregantin

Outro dia li um pequeno texto muito instigante e reflexivo do Psicanalista Paulo Bregantin e farei uma breve reflexão a partir dele! Veja!

Construção, desconstrução e reconstrução – Por Paulo Bregantin

Não destrua. Desconstrua. A desconstrução na vida é um processo de desfazer o que foi feito usando como base a consciência.

Nós não fomos criados para a destruição, mas sim para construção, desconstrução e reconstrução.

A vida são construção, desconstrução e reconstrução. A destruição é algo externo que vem sobre nós.

Desconstruir é fazer o caminho inverso do que construí. Destruir e derrubar de qualquer forma o que construí. Percebe a diferença?

Desconstruir é um processo que evita a “destruição” – Pois quando desconstruo traço outros parâmetros para mim mesmo em ações que fiz no passado. Esses parâmetros são formas amadurecidas para não cometer os mesmos erros.

A desconstrução é na realidade criar o filtro da consciência nas decisões da vida, usando como base o passado. Quando entendo meu passado posso desconstruí-lo para reconstruí-lo.

Ás vezes, a desconstrução deve acontecer devido a falta de consciência em algumas decisões do nosso passado. Reconstrução então é repassar algumas ações pela consciência e reconstruir – fazer de forma diferente.

A desconstrução se faz necessária quando tomamos “atalhos” na vida e, por isso, temos que voltar (desconstruir) para reconstruir.

Destruir e desconstruir são coisas diferentes.

*******************

Gostei muito desse texto porque ele explica de forma bastante didática e sábia como acontece os nossos processos de evolução pessoal ao longo da vida.

Quero frisar acima de tudo a diferença entre destruir e desconstruir.

Destruir é sempre uma atitude impensada, ou pouco pensada e muitas vezes instintiva ou impulsiva.

Já desconstruir é uma atitude que vem com o amadurecimento, através de uma autoanálise de todos os fatores e pontos relacionados com determinada situação. É bem diferente!

Quando somos imaturos, é muito comum termos atitudes impulsivas, agressivas, ou até mesmo arrogantes. Mas nada melhor do que a própria vida para nos ensinar que o melhor caminho não é por aí!

Esse texto do Paulo é um convite à sabedoria. Inclusive é importante destacar que na vida sempre acontecem os altos e baixos.

É como já falei em outros textos, para que possamos nos DESENVOLVER, é preciso antes se ENVOLVER. Tudo ocorre através de CICLOS.

Toda a nossa evolução ocorre através de ciclos, e se você observar bem, toda a natureza e até o próprio universo se movimenta em ciclos.

A Física Quântica e estudos avançados de Psicologia revelam belíssimas constatações de que as energias no universo fluem numa espécie de ESPIRAL, sempre tendendo a um crescimento.

Pretendo escrever mais detalhadamente sobre isso em outro texto, porque tem muita informação. É um estudo fascinante!

Em resumo, o que quero dizer é que tudo na vida tem um começo, um meio e um fim, e somente ao adquirir sabedoria conseguimos identificar com facilidade quando que chegou o final de um ciclo, para que não o prolonguemos e soframos em demasia por causa disso.

Essa reflexão pode ser levada para vários campos da vida como família, amizade, trabalho, relacionamentos amorosos.

Tudo funciona através de ciclos. E o que revela o fim desses ciclos é algum sentimento de desconforto, como medo, raiva, indiferença, angústia, ódio e por aí vai. Da mesma forma que o sentimento de amor, de ternura e de paz revela que se trata de um ciclo que ainda tem o que se aprender e se retirar de bom e de crescimento.

Levei muitos anos da minha vida para compreender melhor o que acabei de colocar para você. Isso é sabedoria de vida!

Portanto. Mais uma vez levo você a refletir sobre o que chamo de “termômetro” da plenitude e da evolução.

Você está feliz? Se sente feliz no trabalho, com seus amigos, na religião que frequenta, com seu namorado(a), marido, esposa, com o salário que ganha? Se sim! Ótimo! Você está no caminho certo. Se não, é preciso que você pare, reflita, reveja se é possível fazer alguma coisa para que essa situação em específico se resolva.

Se não conseguir resolver mesmo depois de toda essa reflexão, essa meditação, esses ajustes e mudanças, é sinal claro de que se trata de um ciclo encerrado. É sinal de que você precisa passar pela reconstrução e construir algo novo mais consistente, mais parecido com o ser humano que você está se tornando nesse exato momento.

Isso é lindo meus amigos! Quando começamos a nos sentir em paz em relação a esses processos, a vida ganha um sentido muito mais pleno, puro e verdadeiro.

Desejo tudo de melhor na sua vida e que de hoje em diante você encare as construções, desconstruções e reconstruções com mais sabedoria!

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Isaias Costa
Bacharel em Física. Mestre em Engenharia Mecânica e Psicanalista clínico. Trabalha como professor de Física e Matemática, mas não deixa de alimentar o seu lado das Humanas estudando a mente humana e seus mistérios, ouvindo seus pacientes e compartilhando conhecimentos em seu blog "Para além do agora", no qual escreve desde 2012.

COMENTÁRIOS