Muitos internautas usaram as redes sociais para manifestar sua indignação com o fato de que lojas online estavam vendendo réplicas da roupa usada por Marília Mendonça em 5 de novembro de 2021, quando ela faleceu após sofrer um acidente aéreo enquanto sobrevoava Piedade de Caratinga, em Minas Gerais.

“Eu vi no Instagram e fui procurar na Shopee pra ver se era verdade: estão vendendo a roupa igual à que a Marília Mendonça usou no dia do acidente como ‘conjunto Marília’. Tô revoltada”, disse uma usuária do Twitter.

Veja o post:

Ruth Moreira, mãe da cantora, declarou recentemente que se sentiu “mutilada” ao receber as roupas usadas pela cantora no dia do acidente. “Não tem dor maior do que a de enterrar um filho. Você é mutilado sem anestesia e se apega muito com Deus para continuar a missão pela qual ele te designou”, escreveu em uma rede social.

Marília Mendonça, que faleceu aos 26 anos, tinha uma sólida carreira de mais de dez anos. Ela começou como compositora e depois liderou o fenômeno conhecido por “Feminejo”, ao lado de nomes como Naiara Azevedo e a dupla Maiara e Maraisa, com quem gravou o seu último trabalho, o álbum “Patroas”. A cantora também era mãe do pequeno Léo, fruto do relacionamento com o cantor sertanejo Murilo Huff. O menino completou dois anos em dezembro passado.

***
Redação Conti Outra, com informações de Yahoo!
Fotos: Reprodução/Redes Sociais.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.