Vai ser lindo quando você perceber que poucas coisas merecem o seu desgaste

Viva o hoje, aproveite o agora, porque vai ser lindo quando você perceber que poucas coisas merecem o seu desgaste.

Marcel Camargo

Nós já nos preocupamos com tanta coisa nessa vida e ainda temos que lidar com chateações a que não somos obrigados. Não tem jeito, ou aprendemos a não nos desgastar com inutilidades, ou adoecemos em pouquíssimo tempo. Precisamos selecionar até mesmo aquilo com o que nos importaremos.

Não se desgaste com problemas que podem ser resolvidos. Certa vez, perdi um documento e comecei a ficar nervoso e a me lamentar. Então, lembrei que existe a segunda via que pode ser requerida, ou seja, a solução ao problema estava ali o tempo todo. Antes de se desesperar, acalme-se e reflita sobre possíveis soluções.

Não esquente a cabeça com pessoas que fazem comentários irritantes. Sabe, eu ficava muito irritado quando alguém falava algo desagradável para mim. Então, eu comecei a prestar atenção e percebi que quem é assim vai ser assim com todo mundo, o tempo todo. Não se avexe, essa pessoa já tem o castigo de ter que suportar a si mesma vinte e quatro horas por dia.

Não sofra pelo que ainda não aconteceu. Sei que isso é uma característica da ansiedade e que é muito difícil controlar. Eu também costumo pensar no que de ruim pode acontecer. Então, eu faço o exercício mental de pensar no contrário: no que pode dar certo, no que pode ser bom. Tudo pode dar errado, mas tem tanta coisa que dá certo. Foquemos nelas.

Não tente argumentar com quem não escuta ninguém além de si mesmo. É perda de tempo manter diálogo com uma pessoa que só sabe fazer monólogo. Esqueça, ela não vai te ouvir, não vai se preocupar com o que você pensa, diz ou sente. Gostoso mesmo é manter conversas interativas que temos com quem sabe o seu lugar de fala. Os demais, que fiquem falando sozinhos.

Como diziam nossos avós, não chore por leite derramado. Não por muito tempo. A dor tem seu tempo de cura, mas demorar-se demais ali apenas servirá de entrave que atrapalhará o nosso prosseguir. Se erramos, temos que mudar nosso comportamento. Se não deu certo, temos que tirar uma lição. Se não foi bom, temos que trilhar novos horizontes. Se a relação acabou, temos que nos preparar para reencontrar o amor. Nunca é tarde, nunca terá sido em vão e o amanhã sempre vem.

Como se vê, o tempo corre, a vida passa e segue. A melhor maneira de sorrir mais e com menos aborrecimento é evitar perder tempo com quem não acrescenta e com o que não tem mais jeito. Viva o hoje, aproveite o agora, porque vai ser lindo quando você perceber que poucas coisas merecem o seu desgaste. Lindo demais da conta.

***

Texto originalmente publicado em Prof Marcel Camargo

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Marcel Camargo
"Escrever é como compartilhar olhares, tão vital quanto respirar". É colunista da CONTI outra desde outubro de 2015.