Uma amizade pode ser o elo mais precioso que alguém pode ter na vida

Escolhemos nossas amizades, cultivamos e construímos uma dinâmica que funciona de uma maneira particular para ambas as partes.

CONTI outra

Uma amizade pode ser o elo mais precioso que alguém pode ter na vida. Escolhemos nossas amizades, cultivamos e construímos uma dinâmica que funciona de uma maneira particular para ambas as partes.

O comprometimento familiar pode ter um peso considerável, porém, sabe-se que nos momentos mais críticos, muitas vezes aqueles que tomam mais ação são aqueles a quem chamamos de amigos, que nada mais são do que a família que selecionamos, por afinidade, de preferência, pelas circunstâncias e por aqueles que aprendemos a conhecer e amar ainda mais do que qualquer membro da família.

O fato de alguém não estar presente quando precisamos não significa que mereça nosso desprezo, sem dúvida há muitas justificativas para esse tipo de atitude, algumas com maior validade que outras. No entanto, eles merecem um grande reconhecimento, aquelas pessoas que se fizeram presentes nos momentos mais complicados para nós, são essas pessoas que mostram que pretendem sacrificar seu conforto, investir seu tempo e oferecer qualquer tipo de apoio, para nos fazerem com que a gente se sinta melhor ou para nos ajudar a superar uma determinada situação.

Se pudermos contar com pelo menos uma pessoa que está lá incondicionalmente para nós, que podemos dar a eles a posição privilegiada de chamá-lo de melhor amigo, podemos certamente nos considerar realmente sortudos. Porque muitas vezes podemos ter muitas pessoas por perto, mas nos sentimos realmente sozinhos ou bem, percebemos que nos momentos mais difíceis não temos ninguém para nos apoiar.

Valorizar nossas amizades, mesmo aquelas que não carregam o mesmo sangue, é um dos melhores investimentos que podemos fazer. Cultivar carinho, ser recíproco, ser quando eles precisam de nós, apoiar ou simplesmente acompanhar, não será apenas benéfico para a outra pessoa, mas será para nós, porque dar é muitas vezes mais do que receber … E sem que seja o fim , não há nada que nós damos que não retorne a nós, não necessariamente da mesma pessoa, mas certamente como um eco retornará.

Photo by Matheus Bertelli from Pexels

Traduzido e adaptado por A Soma de Todos os Afetos, do site Rincón del Tibet

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.