Com as máscaras anti-coronavírus rapidamente se tornando itens de uso diário na maior parte do mundo, um empresário belga decidiu que era hora de dar a este item tão impessoal uma cara mais humana. Literalmente.

Usando uma cabine fotográfica, um software e um aplicativo para celular, Charles de Bellefroid está produzindo máscaras com a parte inferior rosto do usuário impresso.
“Usamos nossa cabine de fotos para capturar a imagem para máscaras personalizadas”, disse ele à Reuters.

Ele teve a ideia depois que o isolamento social pelo COVID-19 na Bélgica colocou os negócios da sua antiga empresa de promoção de eventos em risco.

“Uma máscara é impessoal. Então ter o rosto impresso nela torna o item mais simpático, mais divertido”, disse a cliente Virginie Thys, mãe de dois filhos.

“No momento, estamos todos usando máscaras e agora sabemos realmente com quem estamos falando. É realmente uma ótima ideia.”

Depois de fazer um pedido, os clientes recebem um link para um aplicativo que permite tirar uma foto do rosto e enviá-lo ao site da empresa.

A máscara física com a parte inferior do rosto impressa chega por correio normal alguns dias depois. Custa 19,99 euros (Cerca de R$120 atualmente) e pode ser lavada de 8 a 10 vezes, disse Bellefroid.

E você, o que acha da ideia?

***
Redação CONTI outra. Com informações de News

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.