Tom Veiga, intérprete do Louro José, falece aos 47 anos

A televisão brasileira contabiliza hoje mais uma perda irreparável. Tom Veiga, mais conhecido por interpretar o Louro José no Mais Você, foi encontrado sem vida em sua casa na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, neste domingo (1º).

CONTI outra

A televisão brasileira contabiliza hoje mais uma perda irreparável. Tom Veiga, que era mais conhecido por interpretar o personagem Louro José no programa matinal Mais Você, foi encontrado sem vida em sua casa na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, neste domingo (1º). Até o fechamento desta matéria, a causa do óbito ainda não tinha sido divulgada.

O personagem interpretado pelo ator de 47 anos ganhou a simpatia do público quando ainda dividia tela com Ana Maria Braga na Record, no extinto programa “Note e Anote”. Suas tiradas de humor e sua divertida relação com a apresentadora fizeram do Louro José um verdadeiro fenômeno de popularidade.

Em depoimento para o site Memória Globo, Tom Veiga falou com carinho sobre o papagaio:

“O Louro José é encrenqueiro, rabugento, chavequeiro, galanteador, mas é muito divertido, inteligente. Às vezes, quando eu revejo um programa, eu me pego dando risada. Eu dou risada com o Louro. O legal na personalidade dele é que cresceu, mas continua uma grande criança”.

Embora Veiga seja quem deu voz e personalidade ao boneco mais famoso da TV brasileira, quem o idealizou foi Ana Maria Braga, no ano de 1996, ainda no “Note e Anote”. Sua ideia era criar um personagem que cativasse as crianças.

“Precisava ser um bicho que falasse, que interagisse comigo, mas não podia ser cachorro, porque cachorro não fala, passarinho não fala. E, por eliminação, decidimos pelo papagaio. Eu tenho um em casa chamado Louro José. Ele fala e assobia o hino nacional”, lembrou Ana Maria em depoimento ao Memória Globo.

“E eu disse: ‘Vamos pôr o Louro’. Fiz um primeiro rascunho do desenho e pedi para uma pessoa que desenvolvia bonecos fazê-lo. Ele nasceu todo mambembe. Depois a gente foi ajeitando, mudando a espuma, até que ele virou global – aí ficou um astro, lindo. É um filho mesmo.”

Muitas pessoas foram testadas para manipular o papagaio, mas quem ficou com o personagem foi Tom Veiga, que na época era assistente de estúdio do “Note e Anote”. Certa vez, no entanto, pegou o fantoche para brincar com os colegas. Foi quando Ana Maria o viu e convidou para interpretar o Louro ao vivo no dia seguinte.

“Eu estava brincando com o boneco na produção, tirando sarro do pessoal que trabalhava com a gente, e ela [Ana Maria Braga] viu e gostou. Ela falou: ‘Amanhã você entra no ar como Louro José, tá?”, afirmou Veiga em um documentário feito em 2014 pelo Memória Globo.

Em março de 2017, Ana Maria Braga fez uma emocionante homenagem ao personagem, que fazia aniversário. “Meu papagaio mais amado, meu filho. Obrigada pela companhia, parceria, lealdade. A gente nunca discutiu, nunca brigou, a gente nunca ficou sem se falar por nenhuma razão. É uma das relações mais fantásticas da minha vida. Ele é irmão do meu papagaio que está lá na fazenda, que também é Louro José. É meu filho de penas”.

***

Com informações de G1

Ana Maria Braga e Tom Veiga — Foto: Reprodução/Instagram/Tom Veiga

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.