“Tenho 40 anos, sou solteira, sem filhos, por que é tão polêmico?”: Mulher pede fim desse tabu

Pense em uma noite de sono em que nenhum marido ou filho a acorda com um chute. As férias também são melhores ”, diz Emma John, que afirma ter mais dinheiro e tempo sendo solteira.

CONTI outra

Um dos aspectos mais irritantes da vida de uma mulher é ter que lidar com a pressão do matrimônio e da maternidade. Seja pela demora em encontrar um parceiro, seja por decisão da própria mulher, passar de uma certa idade sem se casar e sem ter filhos é algo visto como um problema pela ala mais conservadora da cidade.

A escritora britânica Emma John estava cansada de lidar com toda essa pressão e resolveu fazer da sua solteirice uma causa.

Por uma razão ou outra, os anos começaram a passar na vida de Emma sem que ela encontrasse um parceiro com quem quisesse se comprometer a longo prazo. Em uma entrevista ao The Sun , Emma explicou que uma das razões é que ela nunca encontrou um parceiro que inspirou seu amor o suficiente para querer se comprometer e viver para sempre com ele.

Agora que ela passou dos 40 anos sem se comprometer ou ter filhos, Emma começou a ver os benefícios de seu estilo de vida:

“Pense em todas aquelas horas de sono que você já teve para o resto da humanidade, em todas as noites em que nenhum parceiro ou filho o acordou com um chute. As férias também serão melhores. Destinos sem compromisso, sem acampamento maluco, sem horas de tédio forçado na cafeteria de um centro de recreação infantil. Você não será limitado pela relutância do seu parceiro em sair ou pela complexa rede de atividades extracurriculares das crianças”, disse Emma John para o The Sun.

Emma decidiu levar seu estilo de vida para o próximo nível, escrevendo um livro autobiográfico sobre sua experiência. Não se “submeter” à vida de casada com filhos significou uma grande quantidade de recursos à sua disposição (que ela investiu em um carro esporte novinho em folha), bem como algumas horas maravilhosas de sono, que ela afirma ter uma correlação direta com um envelhecimento mais lento.

Apesar de estar na casa dos quarenta, Emma tem uma energia jovem.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: @em_john

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.