A edição desse domingo (06) do jornalítisco Domingo Espetacular, da Record TV, exibiu uma entrevista com a advogada Mayra Cotta, que representa Dani Calabresa e outras cinco mulheres no caso de assédio contra o humorista Marcius Melhem. Em conversa com o jornalista Roberto Cabrini, a advogada lamentou o fato de Melhem ter anunciado que irá entrar com uma ação contra ela e contra Dani.

“Eu acho lamentável que uma advogada, representando vítimas de assédio sexual, seja também colocada na posição de vítima, diante de uma ameaça desse tipo. Acho perigoso que a função de advogada esteja sendo ameaçada desse jeito”, afirmou.

Em mensagem enviada a Roberto Cabrini por escrito, e exibida na reportagem, Melhem declarou: “Em respeito a você e a seus telespectadores, preciso esclarecer que mais uma vez a advogada Mayra Cotta vai à imprensa ao invés de ir à Justiça para buscar a reparação às mulheres que ela representa. Venho a público reafirmar que são acusações mentirosas. Nunca tranquei ninguém, nunca chantageei ninguém, nunca forcei ninguém a nada. Por essa razão, estou processando a advogada Mayra Cotta.”

Indagada por Cabrini sobre como ela recebe o fato de que Melhem tenta praticamente desvalorizar a denúncia, a advogada respondeu: “Eu recebo isso de uma maneira triste, mas não surpresa. Acho que é a tática mais antiga entre os assediadores, de tentar desacreditar, reduzir, diminuir a dor das vítimas.”

“Uma nova tática entra para o manual dos homens acusados de assédio sexual: intimidar por meio de processo a advogada das vítimas. Um spoiler do fim desse roteiro mal escrito: não irá funcionar.”, disse Mayra.

***
Redação Conti Outra, com informações de Isto É.
Fotos: Reprodução/TV Globo.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.