Tatá Werneck, através de seu advogado, Ricardo Brajterman, solicitou a quebra de sigilo telefônico do suposto hacker que teve acesso a conversas íntimas e passou a ameaçá-la. Na última sexta-feira (12), a humorista usou as redes sociais para revelar que sofreu uma tentativa de extorsão e que fez boletim de ocorrência.

“Um hacker acessou conversas íntimas minhas e está me ameaçando e tentando me extorquir. Já foi feito um boletim de ocorrência e qualquer veículo de comunicação que divulgar informações provenientes de uma extorsão será conivente com o crime”, escreveu a apresentadora no Twitter.

À coluna de Lucas Pasin, no Splash, Tatá se disse apreensiva. “Está bem sério, ameaças sérias, estamos com muito medo aqui.”, disse Tatá.

De acordo com o advogado da apresentadora, as medidas cabíveis já tomadas: “A investigação vai pedir quebra de sigilo telefônico para identificar de onde vem a extorsão. Já encaminhamos, eu e a criminalista Maíra Fernandes, a denúncia à autoridade policial. Trata-se de mais um caso de tentativa de crime virtual, em que o criminoso, seja por e-mail ou por aplicativos, depois de conseguir informações pessoais da vítima, até mesmo ‘hackeando’ seu aparelho de celular, começa a extorqui-la pedindo dinheiro para não divulgar informações íntimas ou privadas”.

O advogado explicou ainda que não há suspeitos, e tudo aponta que a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio de Janeiro, ficará a cargo da investigação: “A própria polícia definirá quem vai liderar a investigação.”

***
Redação Conti Outra, com informações de Splash.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.