Suicídio tirou mais vidas em um mês do que covid-19 em um ano no Japão

Há a possibilidade de que o número elevado de suicídios tenha relação com a pandemia de Covid -19.

CONTI outra

Dados divulgados pelo Japão na última semana acenderam um sinal de alerta no país asiático. De acordo com os índices atualizados, 2.153 pessoas morreram por suicídio somente em outubro.

O número se torna ainda mais espantoso se comparado com o total de mortos por covid-19 até agora no Japão: 2.057, segundo o jornal Japan Times.

Para Michiko Ueda – especialista no tema e professor da Universidade Waseda, em Tóquio – há a hipótese de que o número elevado de suicídios tenha relação com a pandemia de Covid -19.

“Nem tivemos um lockdown, e o impacto da covid aqui é mínimo em comparação a outros países… Mas ainda vemos um grande aumento no número de suicídios. Isso indica que outros países podem ver um aumento similar ou ainda maior nos números no futuro.”, disse Ueda em entrevista à CNN dos Estados Unidos.

O Japão é uma das excessões no mundo quando se trata da divulgação frequente de dados sobre suicídio. Isso talvez se explique pelo fato de ser um dos países em que essa causa de morte é mais comum.

Em 2016, a taxa de mortalidade por suicídio no Japão era de 18,5 a cada 100 mil habitantes — quase o dobro da média global, de 10,6 a cada 100 mil habitantes.

No Brasil, em 2016, a taxa de mortalidade por suicídio era de 6,5 a cada 100 mil habitantes.

***
Redação Conti Outra, com informações de Notícias UOL.
Foto destacada: Kyodo News.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.