Mais importante do que estarmos dispostos para novas oportunidades, também precisamos estar atentos com quem está ao nosso redor e tenta colocar a gente pra baixo. Às vezes são corações invejosos, confusos ou que ainda não perceberam os seus lugares no mundo. Mas uma coisa é certa, se deixarmos, essas pessoas farão de tudo para que não encontremos a paz que merecemos.

Tem amor que chega para tudo em nossas vidas, menos para somar. Ele finge se importar com as coisas que sentimos e com as coisas que queremos, mas, no fundo, cada conquista nossa é motivo para que ele se sinta ameaçado ou injustiçado. E tudo por quê? Porque conseguimos seguir em frente sem pisarmos ou desconsiderarmos os sentimentos de alguém. Pode ser alguém próximo de você ou alguém que acabou de conhecer, não importa. O amor de certas pessoas é medido pelo quanto dependemos delas e não do quanto somos capazes de caminharmos com as nossas próprias pernas. Essas pessoas não estão interessadas que você viva, que você se solte, que você alcance todo o seu potencial. Elas querem ver você mendigar companhia e suplicar por ajuda.

Algumas nem se dão conta da mal que fazem conosco. Algumas possuem um ego tão inflado que, no pior dos casos, sabotam a confiança que depositamos nelas, transformando tudo o que fazemos e entregamos em níveis absurdos de manipulações e humilhações. É um jogo cruel onde vence quem tira o céu do outro. Gente assim não vale a pena mantermos em nossos dias. São relacionamentos altamente contagiosos, com sintomas que variam da falta de empatia para a falta de vergonha na cara.

Antes que você pense, o desapego a ser praticado sobre essas pessoas não significa que todas sejam assim e muito menos que isso seja a resolução de todos os seus problemas. O desapego é um exercício diário, mas que deve ser acompanhado de uma boa dose de apego. Apego por você e pelas pessoas que facilmente em nada se parecem com esses corações levianos.

Esteja disposta (o) para abraçar quem participa, quem entende e quem respeita os seus caminhos. Distribua sorrisos para quem torcer, caminhar junto e vibrar com as suas felicidades. Isso sim é ter a vida pra frente. É dessa gente que precisamos para não nos perdermos daquilo que realmente faz a diferença no viver, a paz de espírito. Benditos os que chegam para somarem liberdades.

Imagem de capa: Serhii Yurkiv, Shutterstock

O título do texto é uma citação atribuída ao escritor Caio Fernando Abreu.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"