David Cesar cuida da esposa Bruna de Sousa, de 26 anos, que está em estado vegetativo há dois anos. O jovem de 28 anos dedica sua vida ao bem-estar da mulher que ama.

Bruna sofreu uma parada cardiorrespiratória, com sequelas permanentes, como alienação mental e arritmia. Ela é estomizada e alimentada por tubo. Tudo foi muito rápido. Eles estavam assistindo televisão e Bruna começou a se sentir mal e a ter convulsões.

“Em 3 minutos, ela perdeu todos os sinais vitais. Corremos para o hospital, aos 25 minutos conseguiram reanimá-la, mas ela ficou muito tempo sem oxigênio”, disse David ao Razões para Acreditar.

Bruna sofria de um distúrbio que não afeta as funções mais básicas do sistema nervoso, mas que torna a pessoa incapaz de perceber nada em si mesma ou em seu ambiente.

Há mais de um ano e meio, especificamente desde 2019, eles cuidam dela em casa. Às vezes, requer o apoio de um especialista e, obviamente, com um caro tratamento à base de medicamentos.

David cuida da Bruna em tempo integral. Por estar esempregado, já passou por muitas dificuldades. O que ele conquista trabalhando como motorista de aplicações em Maracanaú (CE), nem cobre às necessidades da esposa.

O jovem começou a arrecadar dinheiro, ganhando R$ 28 mil, porém, os gastos mensais de Bruna ainda são muito altos e ela precisa de ainda mais dinheiro.

“Ainda não alcançamos sua aposentadoria. Mas dois advogados voluntários estão nos ajudando. Vivemos de doações ” , disse David ao Razões para Acreditar .

Depois de muito tempo, graças à colaboração de neurologistas, David soube de um medicamento no Canadá. Para isso, Bruna deve tomar o produto por 3 anos e em contrapartida fazer fisioterapia. Um tratamento que vale pelo menos 100 mil reais.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Instagram @brunaedavidamor.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.