Spray criado pela UNICAMP elimina o coronavírus em 1 minuto

Cientistas da Universidade Estadual de Campinas criaram um spray que, quando aplicado a máscaras de algodão, elimina o coronavírus em apenas um minuto. Mais um golaço dos nossos cientistas brasileiros!

CONTI outra

Apesar do que muitos têm apregoado ultimamente, a ciência é uma área de conhecimento de fundamental importância para o aprimoramento da experiência humana. É nela que depositamos nossas esperanças de virar de uma vez por todas este capítulo obscuro da história, iniciado desde que a pandemia de coronavírus se tornou uma ameaça global.

É ela a responsável por nos trazer as melhores notícias nos últimos tempos. Só para citar um bom exemplo, os cientistas da Universidade Estadual de Campinas criaram um spray que, quando aplicado a máscaras de algodão, elimina o coronavírus em apenas um minuto. O SprayCov, como foi batizado, mantém cerca de 99,99% de sua eficácia até 48 horas depois da aplicação.

Segundo os cientistas, o composto não é um sanitizante, como o álcool gel, mas sim uma substância que torna a máscara capaz de tornar o vírus ineficaz. O líquido é formado principalmente por sais de cobre.

A solução barra a replicação do vírus, impedindo que ele se instale da forma normal no corpo humano. O composto também seria útil contra alguns outros vírus, a exemplo do da gripe.

Ainda de acordo com os cientistas da UNICAMP, empresas têxteis e do setor público estariam de olho na invenção, que está em vias de ser patenteada. O custo para aplicar o SprayCov no algodão foi estimado em menos de R$ 0,02 por máscara.

Mais um golaço dos cientistas brasileiros!

***
Redação Conti Outra, com informações de Veja.
Foto destacada: Unicamp/Divulgação

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.