O dia a dia de um casal nem sempre é fácil. Acontece que, do choque entre duas pessoas com bagagens de vida distintas podem surgir atritos que vão pouco a pouco destruindo a relação.

Kristi Sives viveu algo semelhante. Seu relacionamento com o marido se deteriorou rapidamente, a ponto de os dois não conseguirem mais ter uma conversa civilizada. Como ela disse em um entrevista recentemente, seu marido saiu de casa e a notificou por mensagem de texto.

“Não estou feliz, quero mais para mim. Se você voltar para casa, eu não estarei aqui”, dizia a mensagem que seu marido deixou para ela antes de deixá-la sozinha com seu filho de 11 meses.

Segundo Kristi, quando ela chegou em casa, as coisas do marido não estavam mais lá. Ela tentou se comunicar com ele ligando para o celular, mas estava desligado. Aparentemente, seu marido nunca mais quis ouvir falar dela.

A mulher seguiu sua vida na semana seguinte, tendo que cuidar de seu filho pequeno. Mas a tristeza era superior. “Fiquei obcecada… procurava algo que pudesse ter levado a isso, algum tipo de sinal, uma razão”, explicou Kristi.

Ela chegou a procurar família do marido, mas ninguém soube de sua partida e eles ficaram chocados com o que havia acontecido. “Ele era meu melhor amigo, minha outra metade. Fizemos tudo juntos (…) Ele era a pessoa que eu ainda ficava animada para ver todas as noites quando voltava do trabalho. Nunca imaginei uma vida sem ele ao meu lado”, acrescentou.

Seu marido decidiu que queria acelerar o processo de divórcio. Apesar disso, ele começou a aparecer esporadicamente na vida de Kristi, mas de forma hostil e humilhante. Ele fazia comentários ácidos e soltava insultos para provocá-la.

Kristi decidiu deixar tudo para trás e se mudou com o filho para South Jersey, Estados Unidos, um ano após o rompimento do casamento, para poder retomar partes de sua vida que havia deixado em um hiato devido ao casamento. Um exemplo disso eram os estudos, que ela tinha interrompido.

Para ela, poder se recuperar é um orgulho em sua vida, pois pode olhar para trás e se surpreender com a perseverança que teve em todos esses anos. “Eu sei que posso superar todos os desafios que a vida me impõe. Sou forte. Sou bonita. Sou durona”, acrescentou ela.

Embora um ano tenha se passado desde o rompimento, Kristi sabe que a recuperação é um longo processo e que não será da noite para o dia, mas ela tem esperança em si mesma. “Ainda estou me recuperando e sei que talvez nunca me recupere totalmente disso, mas estou lutando para construir uma vida para mim e meu filho”, encerrou.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Kristi sives.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.