Sonho realizado: Mulher com câncer terminal se casa e ganha festa de voluntários

"Estou me sentindo muito feliz. Tem amor", disse a noiva à EPTV, afiliada da Rede Globo, antes de entrar na capela.

REDAÇÃO CONTI outra

O último dia 09 de maio foi especial para Rosália Macedo da Silva, de 38 anos, diagnosticada com câncer terminal e desenganada por médicos. Foi nesta data que ela realizou um sonho antigo, casar-se com Adriano, com quem vive há 19 e tem um casal de filhos. Quem organizou a cerimônia foi um grupo de voluntários na Casa de Repouso Bom Pastor, em Campinas (SP). A troca de alianças entre o casal foi registrada em vídeo, e as imagens são emocionantes.

“Estou me sentindo muito feliz. Tem amor”, disse a noiva à EPTV, afiliada da Rede Globo, antes de entrar na capela.

O enlace do casal foi precedida por uma festa, com salgadinhos, refrigerantes, músicas e fotografias. E quem tornou possível este momento tão feliz na vida de Rosália e Adriano foram os integrantes do projeto “Casamento de Rua” – criado para ajudar casais com baixa renda. Eles souberam da cerimônia de casamento e se sensibilizaram com a história, então resolveram oferecer a festa ao casal.

A doença rara atinge a coluna vertebral de Rosália e provocou perda dos movimentos das pernas. Vestida de branco, ela não poupou sorrisos em formalizar a união no local em que ela e outras pessoas recebem tratamento e precisam ficar durante alguns períodos. A família é de Hortolândia (SP).

Como presente de casamento, o casal ganhou uma máquina para fazer chinelos e, com isso, obter alguma renda, uma vez que Adriano precisou parar de trabalhar para dedicar-se aos cuidados da mulher. Além disso, voluntários decidiram doar duas cestas básicas para a família no período de um ano.

Após o momento do beijo entre os noivos, Rosália celebrou o amor da família em meio ao esforço para conseguir mais tempo para viver. “Muito feliz, obrigado a todo mundo que está aqui, participou dessa festa […] Meus filhos vão sempre se lembrar, mas eu ainda vou viver muito tempo”, contou emocionada.

A dona de casa Ana Paula Bittencourt valorizou o significado da união nesta tarde. “É um presente para a gente reavaliar a nossa ideia de vida, sabe, a gente tem muito mais a agradecer, tem muita gente boa nesse mundo para levar para frente”, destacou.

***

Redação CONTI outra. Com informações de G1

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.