Todos nós já nos comportamos mal na escola ao menos uma vez, afinal, a educação é uma construção diária. Ninguém, por mais inteligente que seja, nasce sabendo respeitar as regras e tratar bem as pessoas. Mas, no caso do filho de Becky Crandley, o mal comportamento já estava ultrapassando o limite do tolerável, e foi aí que ela decidiu agir.

A mãe ameaçava o filho com castigo caso ele se comportasse mal, entretanto, o adolescente simplesmente ria dela, como se não acreditasse que ela realmente fosse tomar uma providência. Então, certo dia, Becky surpreendeu o garoto indo com ele até a escola e se sentando em uma carteira ao lado da sua. Ela o acompanhou durante toda a aula e ele não poderia ter ficado mais envergonhado.

O rosto do garoto dizia tudo, ele não conseguia lidar com tanta vergonha. Embora ela sempre o ameaçasse com punição, ele nunca acreditou nela. E, claro, quem poderia imaginar que uma mãe poderia ir até a escola para lhe dar uma lição diante de todos os outros alunos ? A atitude de Becky rendeu muito aplausos de outras mães.

“Ameacei várias vezes de ir à escola e sentar com ele, e ele sempre ria (…). Ele não tinha ideia e claro que estava muito envergonhado, eu me apresentei como sua mãe.”, disse Becky.

Tudo aconteceu no Sittingbourne Community College, em Kent (Inglaterra), onde o menino da 8ª série (13 anos) já havia registrado mau comportamento, principalmente com seus professores. De onício, Becky achava que fosse apenas uma etapa do seu crescimento, mas ela mudou de ideia conforme foi percebendo que não parava de receber e-mails sobre o comportamento do filho.

“Ele está crescendo, mas não posso tolerar sua grosseria e desrespeito. Tenho recebido telefonema após telefonema da escola sobre o comportamento dele. Já o castiguei inúmeras vezes, mas nada parecia incomodá-lo”, contou a mãe.

Ela decidiu se encarregar do assunto e compartilhar sua ideia com a escola. Eles aceitaram e no dia seguinte ela estava sentada ao lado do menino. Ela compartilhou a situação pelo Facebook e recebeu milhares de aplausos e parabéns.

“Se ao menos eu tivesse uma foto de seu rosto quando entrei e sentei ao lado dele … ele ficou tão vermelho que não há nada que eu possa comparar”, contou Becky.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Kent Live.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.