Depois de ter publicado em seu Instagram um vídeo em que negava ser um dos internos mantidos em cárcere privado em uma clínica de reabilitação em Pindamonhangaba (SP), o ator Sérgio Hondjakoff gravou um áudio – ao qual a Revista Quem teve acesso nesta sexta-feira (6).

“Bom dia! É com muita vergonha que eu venho através desse áudio pedir desculpas às pessoas que gostam de mim e as que não gostam, enfim, as pessoas em geral. Quero pedir desculpas por ter gravado um vídeo ontem mentindo sobre a minha internação. Fui internado porque foi preciso e menti para preservar minha família e, principalmente, o meu filho que só tem um aninho de idade. Tudo o que está nas redes da internet fica lá para sempre e menti porque não queria que o meu filho não tomasse conhecimento um dia desse fato depois de ele ter nascido. Peço que entendam a minha situação e que me perdoem. Beijão no coração e que Deus abençoe todos. Até breve, Serginho Hondjakoff”, disse o ator.


De acordo com informações divulgadas pelo G1 (Vale da Paraíba e Região), Rafaela de Paula relatou ao portal ter visto o ator chegar na delegacia e o abordou para conversar. “Eu estava em frente e aí o reconheci e fui conversar com ele. Me disse que estava na clínica, mas tinha dado problema lá e estava esperando a mãe vir de Resende para buscar”, disse.

Ainda segundo o G1, o Ministério Público afirmou que Sérgio Hondjakoff estava entre os internos mantidos em cárcere privado em uma clínica em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. O local foi fechado em uma ação do MP na quarta-feira (4) que flagrou 46 pacientes que faziam tratamento para reabilitação do uso de drogas trancados em quartos.

Veja abaixo o vídeo postado ontem (05) por Sérgio Hondjakoff, no qual mentia sobre a internação.

***
Redação Conti Outra, com informações de Revista Quem.
Foto destacada: Jana Figueiredo/Divulgação.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.