Sequência de imagens mostra como o celular está afetando as relações familiares.

Se por um lado as novas tecnologias e as redes sociais nos permitem estar a par de tudo o que se passa no mundo, a verdade é que muitos de nós passamos tanto tempo a olhar para o celular, que acabamos perdendo todo o resto que se passa à nossa volta, inclusive as situações cotidianas envolvendo nossa família e amigos.

Ana Carolina Conti Cenciani

Os celulares são incríveis invenções que permitiram uma maior globalização e a dissipação de informações de forma rápida e instantânea. A criação de redes sociais e troca de mensagens pela via online permitiu que as relações na sociedade se tornassem mais fluidas e facilitadas.

Contudo, como em tudo, existe sempre um lado negativo. Se por um lado as novas tecnologias e as redes sociais nos permitem estar a par de tudo o que se passa no mundo, a verdade é que muitos de nós passamos tanto tempo a olhar para o celular, que acabamos perdendo todo o resto que se passa à nossa volta, inclusive as situações cotidianas envolvendo nossa família e amigos.

Uma página do Facebook chamada Amor Materno Amor compartilhou uma série de imagens que, apesar de serem um pouco chocantes, retratam perfeitamente a realidade da maioria das famílias de hoje em dia.

Desde pais que deixam de prestar atenção nos filhos por estarem a olhar para o celular à crianças que acabam não tendo com quem brincar, pois todas agora estão viciadas nas telas do celular. Até mesmo casais que deixam de aproveitar a sua intimidade para estarem agarrados às redes sociais, muitas são as famílias que, apesar de viverem na mesma casa, acabam por se afastar cada vez mais uns dos outros, e tudo graças à alienação e ao vício nos celulares.

O propósito das fotografias não é extinguir totalmente o uso das novas tecnologias e das redes sociais, contudo, estimular e mostrar que todos nós podemos e somos capazes de controlar esse uso para que não se torne exagerado e prejudique as nossas relações inter-pessoais, até porque nossa família e as pessoas que mais amamos possuem extrema importância em nossas vidas e por isso temos de garantir que aproveitamos o máximo de tempo com elas, antes que seja tarde demais!

Confira as imagens e reflita!







 

Com informações de Sábias Palavras

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.