Há pessoas que tem um objetivo tão claro em mente que são capazes de enfrentar os maiores obstáculos para chegar onde almejam. É o caso de Crystal Allenton, uma jovem mãe solteira de três filhos que conseguiu se formar na Western Governors University, em Washington, Estados Unidos. O fato mais impressionante dessa história é que ela o fez sem ter um lar.

Por sua coragem e determinação, a universidade decidiu homenageá-la 5 anos depois de lea ter se formado. Um retrato de Allenton agora é exposto em um mural da instituição, de acordo com a CBS News.

“Este não é apenas o meu rosto na parede. Oro para que seja um farol de esperança e encorajamento para todos os que passarem por ele e para todos que o vêem ao redor do mundo”, disse Allenton à CBS News .

Quando Allenton ingressou no Ensino Superior, ela teve que fugir de casa com seus pequeninos. “Meus filhos e eu tínhamos uma nova vida que começamos, porque havia violência doméstica em nossa casa”, disse ela.

“Eu queria um melhor futuro para nós, por isso encontramos um lugar seguro para viver, e meu próximo passo foi fazer o exame de admissão da faculdade.”, acrescentou.

Na época, ela tinha 30 anos, havia iniciado sua carreira universitária e ao mesmo tempo trabalhava em vários lugares para poder sustentar seus filhos. Mas foi extremamente difícil, a tal ponto que em 2014, quando estava no último ano, acabou morando com os filhos no Pear Blossom Place, um abrigo para moradores de rua.

“Foi devastador estar neste lugar de ‘Estou tão perto!’, e até mesmo poder conseguir uma cama no abrigo foi uma grande façanha. Você sabe, houve ocasiões em que chorei, orei e me perguntei o que iria acontecer conosco”, disse ela. Mas ela não desistiu e, como pôde, terminou a corrida.

“Eu queria que meus filhos vissem que você pode ser ambicioso e que você também pode lutar. Quer fiquem acordados até mais tarde enquanto estão na cama para fazer o dever de casa ou trabalhem enquanto dormem, o que importa é passar um tempo de qualidade com eles e mostrar a eles que posso ser mãe e que também posso ser uma pessoa que corre atrás dos seus objetivos”, disse ela.

Além disso, como a escola de seus filhos tem um sistema de apoio aos moradores de rua, ela conseguiu encontrar moradia permanente para eles. “Eles (meus filhos) foram definitivamente meus maiores líderes de torcida, com certeza. E eu sei que eles estão muito orgulhosos de mim”, disse ela.

Desde que recebeu seu diploma de professora de música em 2015, ela buscou sua profissão em uma escola de ensino médio da Pensilvânia e obteve dois mestrados. Seu próximo passo é se tornar diretora.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Crystal Allenton.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.