Seatle constrói mini casas para abrigar pessoas em situação de rua durante pandemia de coronavírus

A cidade de Seattle (EUA) encontrou uma solução eficaz para proteger as pessoas em situação de rua durante a pandemia de coronavírus. Elas ficarão abrigadas em mini casas, sob privacidade, e com o tratamento digno que merecem.

REDAÇÃO CONTI outra

As vítimas mais fáceis da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, são as pessoas que vivem em situação de rua. Eles naturalmente estão mais vulneráveis do que o restante das pessoas em qualquer situação, mas a pandemia só fez agravar ainda mais um problema . Salvaguardar essas pessoas durante este período tão conturbado têm sido em desafio de quase todas as nações por onde o vírus se espalha, mas algumas delas encontraram soluções bastante criativas e que respeitam a dignidade dessas pessoas.

Um bom exemplo de solução para o problema vem da cidade de Seattle, nos Estados Unidos. Por lá, estão sendo usadas “tiny houses” – ou mini casas, em português – , como alternativa para abrigar, mesmo que temporariamente, as pessoas em situação de rua. E o mais admirável é que as casas são erguidas rapidamente e organizadas em vilas localizadas em pontos estratégicos.

O projeto das mini casas foi anunciado no começo de março pela prefeita de Seattle, Jenny Durkan. Na ocasião, ela declarou que iria acelerar a construção de mais vilas, suficiente para abrigar mais 100 pessoas.

“Sabemos que precisamos tomar medidas adicionais para trazer mais da nossa comunidade desabrigada para dentro de casas”, disse Durkan em comunicado por escrito. “Nossos vizinhos em situação de rua estão em maior risco de exposição ao COVID-19 e, como cidade, região e país, devemos agir com urgência para lidar com os impactos contínuos dessa crise de saúde pública”.

Em outras circunstâncias, a construção de uma vila de mini casas levaria alguns meses para ficar pronta. Nesta situação de emergência, entretanto, elas estão sendo erguidas em apenas algumas semanas.

As mini casas podem ser a solução perfeita para conter a disseminação do novo coronavírus, uma vez que possibilita que as pessoas fiquem realmente isoladas. Em um abrigo, por exemplo, as pessoas costumam ficar a poucos centímetros umas das outras.

E nós, por aqui, seguiremos propagando os bons exemplos. Quem sabe não servem de inspiração, não é mesmo?

***

Redação CONTI. Com informações de Casa Abril

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.