A cantora Simony usou as redes sociais nesta sexta-feira (19) para dividir com seus fãs uma reflexão sobre beleza. Mãe de quatro filhos, a cantora de 46 anos recentemente descobriu um câncer no intestino.

“Pare tudo que está fazendo, escreva uma carta para você agradecendo por tudo, até pelos erros. Se elogie, fale o quanto você é linda, mesmo passando por dificuldades. O quanto você é guerreira, com cabelo ou sem cabelo você continua sendo linda. Se ame muito, sabe por quê? Nada mudou e vamos tirar de letra tudo isso. Força! Já deu tudo certo”, disse a cantora na legenda de um foto postada no Instagram, na qual surge deslumbrante em um vestido rosa.

Simony teve alta na última semana depois de passar um período internada em um hospital em São Paulo, onde se submeteu a sessões de quimioterapia e radioterapia.

Recentemente, enquanto ainda estava internada para as primeiras sessões de quimioterapia, a cantora falou nas redes sociais sobre como recebeu o diagnóstico da doença:

“O que ocorreu é que eu sempre tive o intestino mais preso, sempre tive dificuldade, desde criança. Mas estava com uma sensação de peso ali, que sempre que eu ia ao banheiro não esvaziava, daí ficava indo ao banheiro de pouquinho. Foi depois que a íngua apareceu que começou a dar esses sintomas. As ínguas que apareceram e doíam muito foi o que me salvou mesmo, porque foi o sinal de que algo no meu corpo não estava legal”, contou Simony.

Ela continuou: “A primeira coisa que fiz foi procurar minha ginecologista. Fizemos todos os exames de mulher, que temos que fazer todos os anos. Só que nesses tem que ter a colonoscopia também. E quando fui na proctologista foi ela que fez o pedido. Tenho muito a agradecer a ela. Imediatamente fiz o exame que ela pediu com biópsia e foi aí que descobri. Mas a verdade é que esses CAs são muito silenciosos, por isso que precisa fazer os check ups e incluir a colonoscopia. Eu nunca tinha feito esse exame. O corpo te dá sinais. E apareceu uma íngua que não some e doi, procure um médico. Porque ela pode ser qualquer coisa, mas tambpem pode ser grave e a gente não pode ficar decifrando”.

***
Redação Conti Outra, com informações da revista Quem.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.