“Se puder, envelheça”: texto e narração de Oswaldo Montenegro

Ficar velho é sacar a nossa própria desimportância e ficar solto por isso! Se puder, envelheça!

Josie Conti

Uma das minhas primeiras “perdas” quando a divulgação da pandemia ficou mais forte aqui no Brasil, foi o cancelamento de um dos shows do músico e compositor Oswaldo Montenegro. Mesmo antes do cancelamento eu e a minha amiga Ana Macarini, que também escreve aqui para o site, já tínhamos resolvido não ir por segurança.

O show foi remarcado, mas provavelmente será cancelado novamente. Não há o que fazer. A vida agora é assim até que as coisas melhorem.

Hoje, entretanto, fui surpreendida com um vídeo deliciosamente sábio desse grande artista que, aos 64 anos, fala sobre como descobriu-se ” velho.

Talvez alguns digam que a fala de Oswaldo Montenegro romantiza a velhice. Talvez, dentro das perpectivas dessas pessoas que criticam também exista razão, uma vez que a velhice costuma trazer muitas perdas. O Brasil mesmo, infelizmente, também tem se mostrado cada vez mais preconceituoso com os idosos. Vemos isso nos dia a dia. Tivemos um ótimo texto do Antônio Fagundes tratando do tema e, recentemente, também tivemos o caso do ator Flávio Migliaccio que “escolheu” não mais viver e deixou uma carta, que foi publicada e depois retirada da mídia por segurança. Nela, ele falava do quanto é difícil ser velho nesse mundo. Lembrando que o verbo “escolheu” com certeza não é o melhor a ser usado. Penso que o sentimento dele tenha sido mais relacionado mesmo a “não ter escolha”.

Bem, mas vamos ao vídeo onde Oswaldo Montenegro narra um texto de sua própria composição enquanto imagens suas brincando com o seu neto são mostradas.

No fim das contas, talvez viver bem seja um pouco dessas duas coisas mesmo: ter os pés na realidade e também sonhar e se encantar. É o equilíbrio entre esses dois mundos que não torna lúcidos e ao mesmo tempo felizes.

Obrigada por esse pedacinho de sonho compartilhado Oswaldo Montenegro!

***

“Se puder, envelheça”. Texto e narração: Oswaldo Montenegro.

Imagens de Oswaldo e seu neto Guga, filmadas antes da pandemia.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Josie Conti
É idealizadora, administradora e responsável editorial do site CONTI outra e de suas redes sociais. Psicóloga com 19 anos de experiência, teve sua trajetória profissional passando por diversas áreas de atuação como educação, clínica (consultório, grupos pré-cirurgia bariátrica e de reeducação alimentar, acompanhamento de pacientes idosos e acamados em projeto da UNIMED), além de recursos humanos e saúde do trabalhador. Teve um programa diário, o CONTI oura, na rádio 94.7 FM de Socorro. Atualmente realiza vídeos, palestras, cursos, entrevistas, e escreve para diversos canais digitais. Sua empresa ainda faz a gestão de sites como A Soma de Todos os Afetos e Psicologias do Brasil. Possui mais de 11 milhões de usuários fidelizados entre seguidores diretos e seguidores dos sites clientes. Também realiza atendimentos psicológicos online.