Se não estiver a fim de arrumar a cama, não arrume oras bolas!

Quando a gente se toca que faz um monte de coisa porque “acha que tem que fazer”; e descobre que se não fizer ninguém vai morrer, o mundo não vai acabar, o sol não vai deixar de nascer e a Terra vai continuar a girar…. Nossa! Dá até vontade de sair dançando pelado na rua, de tanta alegria!

Hehehehe… bem… exageros à parte… o fato é que permitir-se o direito à escolha sobre o que é obrigatório, o que é negociável e o que é absolutamente dispensável, é uma porta que se abre para a libertação! Uma porta que, depois de aberta, desvenda passagens secretas para pequenos e grandes prazeres da vida, que andavam sendo negligenciados, em nome de uma vida mecânica e cheia de “não pode isso”; “o que é que os outros vão pensar”; “isso não é ridículo?”; “será que pega bem?”; e outras bobagens do gênero que servem para azedar a gente.

Enfim… que diferença há de fazer para o equilíbrio do mundo ou o desenvolvimento da humanidade se você deixar a louça do jantar para lavar amanhã? Pensa bem! Quantas vezes você topou entrar nesse esquema de ditadura das suas escolhas, fazendo coisas só por convenção – sei lá de quem -, e subtraindo da sua vida momentos deliciosos de leitura, dança, namoro, cochilos bem-vindos, preguicinha na varanda… Sei lá… Deve ter um monte de coisas bacanas aí na sua cabeça… na fila dos seus sonhos… esperando a hora certa de acontecer. Não é?

Pois saiba que a hora certa é a hora da sua vontade. A hora certa é hora em que o desejo se encontra com a permissão. Que a mesmice foge correndo com medo da sua decisão de ter as rédeas da sua vida em suas próprias mãos. A hora certa é você quem decide. Você é quem sabe se adia a felicidade ou se abre os braços pra ela bem agora. Passe um café, ponha um bolo no forno, ligue uma música boa… Quem sabe a felicidade que estava só de passagem não toma gosto pela sua companhia e acaba resolvendo ir morar com você.

A vida é um granulado de chocolate no brigadeiro do universo. É aquele primeiro pingo de chuva na terra morna que desperta seus sentidos com aquele cheirinho maravilhoso. A vida é linda demais para ser desperdiçada com tarefas sem sentido, que não agregam alegria a ninguém à sua volta, e muito menos, a você.

Deixe para empenhar sua responsabilidade e força produtiva com ocupações mais nobres. Esforce-se para encontrar no seu trabalho algo que o faça despertar pela manhã com alegria no peito e muita vontade de sair da cama. Aprenda a cada dia uma coisa nova; nem que seja o significado de uma palavra; ou um jeito diferente de fritar o ovo. Saia de casa com o propósito de espalhar esperança aos passantes; dê bom dia aos estranhos; sorria aos desconhecidos.

De repente você vai se dar conta de que passou a olhar diferente para o mundo. E que o mundo passou a ver você com outros olhos. Nesse dia, há de começar entre você e sua vida um lindo e arrebatador caso de amor. E o amor, companheiro… Ahhhhhhh o amor é aquele gás a mais que vai fazer você ter certeza de que desarrumar a cama é milhões de vezes mais bacana do que se preocupar em mantê-la bem arrumadinha!

Imagem de capa: ArtFamily/shutterstock

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Ana Macarini
"Ana Macarini é Psicopedagoga e Mestre em Disfunções de Leitura e Escrita. Acredita que todas as palavras têm vida e, exatamente por isso, possuem a capacidade mágica de serem ressignificadas a partir dos olhos de quem as lê!"

COMENTÁRIOS