TERRA, AR, FOGO ou AR: você tem que saber mais sobre a influência que o elemento do seu signo tem na sua vida

Quando falamos em signos, não podemos esquecer que quatro elementos regentes da natureza os influenciam. Esses elementos são primordiais e foi sua exata combinação que resultou na vida como a conhecemos. São eles: Terra, Ar, Fogo e Água.

A Terra é milenarmente conhecida, em diversos os mitos, como o elemento de formação do homem: O Criador formou, pois, o homem do barro da terra. Do pó vieste e ao pó voltarás!

O Ar é a essência de nossa vida e morte: no ar está o oxigênio que respiramos, imprescindível à manutenção da vida, mas também responsável pela nossa morte, pois provoca a decadência de nosso corpo através da oxidação e da atuação dos radicais livres.

O Fogo é fonte de energia vital para nossa sobrevivência, pois nos aquece quando preciso e transforma a matéria. Umas das benesses do fogo, em nossa vida, foi utilizá-lo para preparar nossos alimentos. Cozidos, eles duram mais e demandam menos trabalho e tempo desperdiçado na sua busca. Esse tempo extra que o homem ganhou, ao colocar o fogo a seu favor, em todas as suas potencialidades, foi aplicado no desenvolvimento da civilização e da formação das diversas culturas.

A Água é outro elemento essencial para a vida, pois nosso corpo e nosso planeta é formado, na sua maioria, por ela. Antes de nascermos, estávamos imersos, no ventre de nossas mães, no ambiente líquido. A água, portanto, alimenta, alivia a sede, nos revigora e cuida de nossa saúde, através de suas propriedades minerais.

Por ANRproduction/shutterstock

Consequentemente, pela sua real importância, três de cada um dos doze signos do zodíaco, pertencem a cada elemento, como iremos discorrer abaixo.

Vale ainda salientar que, como somos pessoas altamente complexas, nossas características não apenas são identificadas pelo nosso signo solar. Este signo nos mostra, muitas vezes, nossas preponderâncias. Mas isso não quer dizer que sejamos ou tenhamos exatamente as características dele. Para o autoconhecimento através os signos, é necessário que façamos nosso Mapa Astral. Ele nos mostra, com certeza, onde estava o sol no momento e hora de nosso nascimento, qual nosso signo ascendente, que nos influencia muito, geralmente a partir de nossa vida adulta, bem em que casas e signos estavam os outros planetas e a lua na oportunidade em que viemos à luz.

No entanto, se você não fez seu mapa astral, é desejável se guiar de forma discricionária pelo seu signo solar, o que lhe ajudará bastante, conjuntamente com sua própria intuição sobre si. Se você tem conhecimentos sobre o seu signo ascendente, é aconselhável que, do mesmo modo que se informa sobre seu signo solar, informe-se sobre ele para conhecer de forma abrangente, seus atributos e capacidades.

Quando um profissional fala sobre as características dos signos, ele não erra ou acerta. Ele aponta caminhos a serem seguidos, com parcimônia, aos que desejam conhecer-se intimamente. O desvendar dos signos ajuda na nossa caminhada interior, mas é sempre bom lembrar que esta é uma estrada única, a se percorrer sozinho! Os signos, principalmente solares e ascendentes, são uma bússola apontando a direção a ser seguida, mas as veredas a serem percorridas são do arbítrio de cada ser.

Assim, para ajudar nos mistérios que trazemos interiorizados, discorreremos hoje, sobre os elementos regentes de cada signo e o que eles revelam para cada trio astrológico a eles pertencentes:

TERRA, elemento regente dos signos de TOURO, VIRGEM e CAPRICÓRNIO:

Por Selins/shutterstock

“Somos da Terra e temos os pés bem fincados no chão! Gaia conduz nossa vida com disciplina e discernimento! Somos a força basilar do planeta e agimos com cautela e moderação!”

Os signos regidos pelo elemento terra são sempre os mais ponderados do zodíaco! Tem inteligência aguçada e são excelentes em situações  de ordem material. Nunca esmorecem  diante de adversidades, solucionando-as de forma  prática, pois sabem achar caminhos simples na resolução de problemas complexos.

Também são ótimos conselheiros, pois conseguem enxergar os dois lado de uma situação e não raro, se colocam no lugar do outro, para entender o que ele está pensando.

Muitas vezes, são dotados de uma fortaleza emocional construída a base de decepções e desentendimentos, por isso valorizam a estabilidade, tendendo a procurar relacionamentos estáveis à grandes aventuras.

Por funnyangel/shutterstock

São amantes da natureza e se engajam em causas ecológicas, pois entendem mais do que ninguém, que a Terra é nosso lar e que precisamos preservá-la. Adoram a experiência terrena e desejam ter uma vida longa.

Não gostam de improvisação e são avessos à surpresas. Podem ser considerados teimosos por quem não os compreenda, pois preferem não ousar a errar. Por isso, há quem entenda que são lentos e saudosistas. Na verdade, tem o dom de buscar no passado soluções para problemas futuros, por isso apreciam a companhia de pessoas idosas e dão valor à sua sabedoria e conselhos.

Experiência e a maturidade compõe a personalidade dos signos regidos pelo elemento terra e determinam seu modo de agir na coletividade.

AR, elemento regente dos signos de GÊMEOS, LIBRA e AQUÁRIO. 

Por Falcona/shutterstock

“Somos do ar e transitamos por todas as dimensões conhecidas. Não há barreira que nos impeça, podemos chegar a todos os lugares e mentes! Éolo conduz nossos dons de forma plena e criativa! Somos a liberdade em ação!

Os signos atribuídos ao elemento ar são os mais comunicativos do zodíaco, sendo pessoas agradáveis e conquistadoras.

Como o ar penetra nos mais ínfimos nichos, sabem penetrar na mente das pessoas e perceber o que lhes agrada. E utilizam esse dom para seduzir e surpreender o outro.

Tem uma espiritualidade aguçada e se interessam pelo oculto, mas sempre de forma psicológica, a fim de conhecer mais a si mesmo e aos que lhe rodeiam, além de serem grandes pesquisadores das ciências humanísticas, se interessando por filosofia, cultura, artes, história e cosmologia.

São deveras intuitivos e ótimos para se confiar problemas de ordem emocional e sentimental, pois têm uma visão holística e saberão aconselhar de maneira prudente a quem sofre por amor, problemas familiares, rejeição e dores da alma. Mas não se interessam por questões materiais e financeiras.

Por serem regidos pelo ar, alguns nativos se perdem de sua essência e volitam à deriva de seus próprios sentimentos, se aventurando em terrenos pouco confiáveis e que trarão decepções certas. Acabam, portanto, utilizando essas decepções e experiências para ajudar pessoas, embora muitas vezes tenham tendência a repetir os próprios erros, por amar tanto a aventura e a liberdade.

Por Avesun/shutterstock

São pessoas que não podem ser detidas quando entram em um conflito e vão até as últimas consequências, se entendem estar certos. Amam o calor das batalhas e morreriam como heróis por suas opiniões. Acreditam que a Terra seja apenas um local de passagem e não tem apego à vida terrena.

Seu senso de Justiça é superior e sempre se envolvem em causas que demandam a conquista de liberdades, como direitos da mulher, das minorias, igualdades de escolha sexual, igualdades raciais, religiosas, entre outras de mesmo estilo.

Conseguem entender o gênero oposto e muitas vezes pensam e agem como ele, o que é uma característica surpreendente, que pode confundir pessoas com quem se relacionam e até ferir almas despreparadas em entender esse viés que apresentam.

Percepção global e grande compreensão das diversidades, são pontos fortes das personalidades dos signos regidos por ar e influenciam sua ação em sociedade.

 

FOGO, elemento regente dos signos de ÁRIES, LEÃO e SAGITÁRIO.

Por Falcona/shutterstock

“Somos do fogo, e somos radiantes de vida e originalidade! Hefestos nos moldou nas altas temperaturas de sua forja e nada se oporá à nossa vontade férrea! Somo líderes afeitos a grandes decisões!”

Os nativos dos signos pertencentes ao elemento fogo são muito positivos e vibrantes! Eles também usam a sedução para encantar as pessoas ao seu redor, entretanto, com o objetivo de  liderá-las e encaminhá-las.

Entendem ser sua missão a salvação do outro e por isso são generosos ao tratar com o problema dos que os rodeiam, gostam de ouvir e opinar, embora não admitam ser contrariados.

São seres passionais e, quando abraçam uma causa, vão até as últimas consequências, sendo os signos mais ativistas do zodíaco.

Sua energia é contagiante e sabem empolgar, desde uma só pessoa, até uma multidão.

Por serem signos empreendedores e muito irrequietos, tendem a aderir sem pensar a questões um pouco duvidosas e sofrem muito quando descobrem que as suas opções não foram as acertadas.

Por KITTIKUNMONGKOL NARUDON/shutterstock

Têm ideias autênticas e explosivas que defendem com empolgação, mas pouco discernimento.

São pessoas da surpresa, do agora, da ação! Não admitem a inércia ou o deixar para depois. Gostam de ousar e obter resultados rápidos e por isso podem ser mal compreendidos em suas boas intenções. Contudo, são caridosos e capazes de grandes atos de altruísmo.

Quando os conhecemos a fundo, compreendemos sua grandeza e que são pessoas benevolentes, do tipo que coloca sua própria vida em risco para salvar alguém.

Um ser de signo regido por fogo será sempre um companheiro leal que jamais deixará alguém passar por uma situação adversa sem o devido apoio. É uma mão amiga para qualquer ocasião.

Heroico e confiante, sua personalidade transcende força e originalidade e assim age no mundo, propondo transformações constantes.

ÁGUA, elemento regente dos signos de CÂNCER, ESCORPIÃO e PEIXES.

Por Evgeniia Litovchenko/shutterstock

“Somos da água e somos uma fonte inesgotável de emoções. Tétis nos presenteou com a capacidade da empatia e com uma memória prodigiosa. Somos amorosos, compreensivos e excelentes cuidadores”.

Os nativos dos signos do elemento água são seres que zelam pelo outro. São dotados de grande amor maternal, paternal e filial. Não obstante, gostam de cuidar das pessoas de seu núcleo, apresentando uma certa insegurança ao estabelecer conexões com pessoas de fora do círculo em que vivem.

Portanto, são seres a serem conquistados, e quando magoados, custam a se afeiçoar novamente a quem lhes magoou, pois que dotados de uma memória emocional sensível.

Entretanto, quando estimam  alguém, são extremamente dedicados e comprometidos com a felicidade do outro.

Procuram conviver em harmonia, deixando muitas vezes de falar o que sentem, guardando sentimentos que lhes prejudicam internamente.

Podem parecer pessimistas, por vezes, e muito irritados. Mas isso se deve ao fato de serem sonhadores e sentirem-se frustrados quando esses sonhos demoram a concretizar-se, pois colocam suas expectativas mais no outro do que em si próprios.

Por WhiteJack/shutterstock

São altamente intuitivos. Se uma pessoa, sob a regência da água, lhe disser para não fazer algo, ou não interagir com determinada pessoa, pode ter a certeza que um fato negativo ou uma decepção irá ocorrer, caso você ignore esse conselho.

Não são signos com os quais se pode aventurar ou brincar, pois a profundidade de seus sentimentos exige estabilidade e segurança.

Portanto, exigem um amor franco, sólido e leal. Se identificam essas qualidades no outro, podem ser incrivelmente fiéis, dedicados e extremosos em seus préstimos, além de serem seres que possibilitam ao outro desenvolver suas aspirações e ajudar a realizá-las, como uma forma de compensação pelo bem que lhes fazem.

Honestos e trabalhadores, seu modo de ser se traduz em atitudes abnegadas em prol de seu meio, atuando com caridade e se compadecendo pela dor do outro.

Imagem de capa: Heiko Barth/shutterstock

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Marlyse Niero
Marlyse Niero provém de uma família bastante ligada às artes. Entre os seu familiares há músicos, artistas plásticos, cantores. No início da vida adulta chegou a cursar a faculdade de Artes Cênicas, na USP, mas optou por não seguir com o curso por não ver perspectivas na profissão. Foi aí que ela cursou Direito, na USF, e atua como advogada da área cível e da família desde então.Hoje, além do trabalho com o Direito, possui um programa de variedades diário na Rádio Socorro.É também interessada pelo esoterismo desde os 8 anos, quando teve contato pela primeira vez com um baralho de Tarot e deu início a interpretações que vieram naturalmente, e aos estudos na área.

COMENTÁRIOS