Muito conhecido por ajudar os produtores agrícolas a lidar com o campo, por isso, ele já deixou de ser considerado artefato de luxo faz tempo e, hoje, o GPS agrícola é entendido como um objeto essencial no setor do agronegócio. Ao escolher aliar a tecnologia com a agricultura, o agricultor facilita bastante a sua vida.

Entre as funções desse tipo de tecnologia, o equipamento traz como principal a realização de um aparato das terras e também calcula as áreas, as altitudes, as marcações e também pode realizar alguns outros tipos de serviço, isso vai depender bastante do equipamento escolhido. Um fator interessante que deve ser levado em conta é a necessidade do produtor rural, dessa forma ele poderá escolher um GPS que atenda melhor ao que ele precisa.

Imagem: Agrofy

O GPS agrícola e sua introdução no campo

Se você traduzir a sigla do inglês, GPS significa Sistema Global de Posicionamento. De início, ele foi usado na área militar durante os anos 90, eles determinavam pontos estratégicos com relação às ações do exército. Após uma liberação para uso mais geral dessa tecnologia, ela acabou por se tornar bastante útil em outros segmentos, um deles foi o agronegócio.

Em se tratando das atividades agrícolas, ele foi adaptado para as diferentes máquinas que são usadas nas lavouras, por exemplo. Ele ajuda o produtor no recolhimento dos dados sobre a extensão da área, assim como também a condição do clima e do solo.

Uma vantagem no uso dessa tecnologia para o agronegócio é que o agricultor consegue fazer o seu trabalho de uma forma mais objetiva, através da criação de mapas de produção, com o objetivo de favorecer a qualidade e isso vale tanto para as práticas agrícolas quanto para a safra.

Como funciona um GPS agrícola ?

O principal motivo para usar um GPS agrícola é que ele ajuda na aplicação das técnicas eficazes e específicas e também coopera para o controle da plantação. Dessa forma, a plantação fica mais segura ao longo do processo de cultivo.

Em se tratando da agricultura de precisão, ela é contemplada por uma antena e um monitor de controle no caso do uso do GPS no campo. Ele tem uma conexão via satélite, que envia o sinal da localidade.

O primeiro passo que deve ser tomado para começar com o uso de um aparelho GPS nas atividades agrícolas é ajustá-lo, juntamente com uma máquina específica, pode ser um trator, por exemplo. Depois disso, é necessário delimitar a área que o produtor deseja que seja mapeada. Assim, a forma de operar da máquina é percorrer linhas desenhadas.

Isso tudo pode ser feito tanto de maneira manual quanto automática. Isso porque os tratores possuem a capacidade de funcionar no piloto automático, através da instalação do sistema eletrohidráulico.

Dessa forma, será possível que o agricultor observe o desempenho do seu equipamento e ainda consegue traçar objetivos novos com a finalidade de melhorar ainda mais e aumentar a produção agrícola.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.