Baseado em um intrigante caso criminal ocorrido ali, “Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil” mostra o perigo que reina neste complexo de Los Angeles (EUA), com uma longa história de atrocidades perpetradas dentro de suas paredes. O Hotel já foi até a sede oficial de um famoso serial killer dos anos oitenta que tem sua própria série no Netflix (Night Stalker).

Eles conseguiram: a Netflix soube como nos assustar mais uma vez com um de seus lançamentos de 2021. Estamos falando sobre o novo seriado: “Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil”, um documentário criminal que nos deixa de cabelos em pé com o nível de horror que cerca o caso central.

A série se passa em Los Angeles, nos EUA, entre 2012 e 2014, e conta os detalhes do estranho desaparecimento de Elisa Lam, uma universitária canadense de apenas 21 anos, que estava de férias na cidade grande.

Acontece que Elisa estava hospedada no Cecil, um hotel com péssima reputação e com muitos crimes e delitos ocorridos dentro de seus muros. Na verdade, foi no mesmo lugar que ela foi vista pela última vez, em uma câmera de segurança.

Elisa Lam

Alguns dias depois de seu desaparecimento, outros hóspedes passaram a reclamar da coloração e gosto da água do hotel. Mas o que eles não esperavam é que Elisa seria encontrada dentro de uma das caixas de água do Cecil. Isso mesmo, as pessoas vinham consumindo essa mesma água contaminada com o cadáver.

Reuters

Além de entrevistas exclusivas com detetives, juízes, jornalistas e estudiosos do caso, a série constrói grande parte de sua história a partir das postagens do Tumblr da própria Elisa, que relata sua vida na rede social.

“Ele não queria inventar diálogos ou criar situações especulativas, então tudo o que a voz narra no programa vem diretamente de suas postagens online.”, conta Joe Berlinger, diretor da série, para a TV Insider.

Reuters

A série também faz uma conexão arrepiante com um personagem que também estrelou sua própria série na Netflix. Estamos falando de Richard Ramirez, mais conhecido como “Night Stalker”, que várias vezes usou o hotel como centro de operações para se refugiar após cometer alguns de seus assassinatos e outras atrocidades na década de 1980.

Night Stalker – Netflix

“Ele chegava no hotel e entrava de cueca ensanguentada, sem sapatos, direto para o andar e para o quarto. Repetidamente”, relata Richard Schave, historiador, na série.

“Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil “ é o exemplo perfeito do inferno na terra , retratando um lugar onde o crime, a violência, as drogas pesadas e a fragilidade da vida são os principais componentes. O caso Elisa Lam é apenas a cereja neste bolo intrigante.

A série documental já está disponível no Netflix para você ver, mas cuidado: não somos responsáveis por seus pesadelos ao amanhecer…

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.