Refletindo sobre a carência…

Estamos vivendo um período de carência coletiva. Todos querem ser ouvidos, mas não querem ouvir. Todos querem receber atenção, mas se negam a dar. Virou uma guerra de quem tem mais curtidas, mais seguidores.

Kássia Luana

Estamos vivendo um período de carência coletiva. Todos querem ser ouvidos, mas não querem ouvir. Todos querem receber atenção, mas se negam a dar. Virou uma guerra de quem tem mais curtidas, mais seguidores.

Raramente alguém escuta o outro realmente. Geralmente estão apenas esperando seu momento de falar.

Nos sites de notícias ou redes sociais, olham as imagens e o título, ignoram todo o restante e criam uma opinião “Pra lacrar”.

Se não concorda com a sua opinião, rotulam, te expõem, e seguem em frente com o peito cheio e cantando Vitória.

Roubam ideias, projetos, sonhos… A era do copiar e colar pra ganhar curtidas. Passam por cima de qualquer pessoa.

Brigam por política, artistas, opinam sobre fofocas de outras pessoas. O importante é a quantidade de like.

Durante 11 meses do ano é assim.

Mas note que essas mesmas pessoas, nas festas de final de ano, estão nas mesmas redes sociais em que “lacraram” durante o ano inteiro, reclamando de carência, abandono da família, solidão, falta de relacionamento, de trabalho, dinheiro…

A culpa é da crise, da incompreensão das pessoas, do governo, do ex patrão, do ex marido, da amiga “falsa”, do colega de trabalho… sempre tem um culpado. Já reparou?


Durante 11 meses a pessoa vibra na raiva, inveja, cobiça, ira. Magoa e fere a si e aos outros. Engana, trai… E no final do ano culpa aos outros pela solidão que passou um ano plantando, regando, cuidando.

Se você quer que o seu 2020 seja diferente, comece agora a plantar o perdão, o amor, a gratidão e, inevitavelmente, é isso que vai colher. De atenção a si mesmo e as pessoas. Respeite-se e todos respeitarão você.

Pare de buscar fora o que só você pode se dar. E eu garanto que nunca mais você vai culpar ninguém pela forma como anda sua vida. Você estará muito ocupado sendo feliz!

Pense nisso!

Namaste

Photo by Josh Hild from Pexels

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Kássia Luana
Quem sou eu? Energia, felicidade, paz, amor e gratidão. Muito obrigada!