Quem tem a sorte de ter gatos em casa, sabe que, mais cedo ou mais tarde, os bichanos vão se tornar soberanos no ambiente. Com a famosa esperteza felina e aqueles infalíveis olhinhos de súplica, eles facilmente conquistam o que querem. E nós, como bons súditos, apenas aceitamos esse jogo de sedução, reféns daquele amor que só eles podem nos oferecer – quando querem, é claro!

Sabendo de tudo isso, poucas pessoas ousariam entrar em uma disputa de território com um gato. O mais inteligente a se fazer ao “invadir” o espaço conquistado por ele é torcer para que o felino simpatize com você e queira dividir seu reino de bom grado.

Mas é claro que, vez ou outra, há alguém tentando medir forças com o “dono da casa”, sem saber que está prestes a perder a disputa por W.O. Foi mais ou menos isso que aconteceu em uma história relatada na rede social Reddit por um usuário que se identifica apenas como Antonished_Hound.

Ele conta que dividia a casa apenas com sua gata Raven, de três anos, até que, recentemente, sua namorada passou a viver sob o mesmo teto que eles. A partir daí, as coisas começaram a desandar entre os três, pois a namorada não gostava da gata.

Apesar da resistência de sua namorada em se dar bem com Raven, ele não tomou nenhuma atitude, porque achou que essa rivalidade fosse amornar com o passar do tempo. Mas não foi bem isso que aconteceu. O conflito chegou ao seu ápice quando a namorada resolveu colocar a gata para fora de casa.

“Um dia cheguei em casa e Raven tinha sumido. Ela não é uma gata que gosta de ficar ao ar livre; ela nunca sai de casa. Raven já estava fora de casa por horas e eu tava muito preocupado, até que meu amigo veio até minha casa e me trouxe a gata, dizendo que a tinha encontrado a 2 quadras da minha casa”, escreveu o rapaz.

Ele ficou imediatamente desconfiado e perguntou diretamente à namorada sobre como Raven tinha ido tão longe, uma vez que nunca tinha saído de casa. Foi aí que a namorada admitiu: “expulsei a gata de casa porque não gosto dela.”

“Fiquei furioso, disse que ela não tinha o direito de expulsar Raven de casa e disse-lhe que, assim como ela se achava no direito de chutar minha gata para fora, queria que ela saísse de minha casa até o final do mês.”, escreveu o usuário do Reddit.

Sua namorada começou a chorar e descobriu que a decisão do parceiro era definitiva. “Eu falei para ela que não ligava (…) Meus amigos acham que estou sendo muito duro, mas minha gatinha podia ter falecido por causa dela e não quero que ela tente mais nada contra Raven”, finalizou o rapaz.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Imagem ilustrativa: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.