Após um site jornalístico divulgar o trabalho que a professora Sarah Seales mantinha paralelamente ao magistério, ela foi demitida do emprego na cidade americana de Souht End, no estado da Indiana.

A alegação da empresa Starbase Indiana, que rescindiu o contrato, é que a atividade complementar de Sarah no OnlyFans “colocava em risco a reputação da companhia” que tem alicerces conservadores e oferece serviços em todo o país.

“Essas fotos representam um risco real e imediato de danos à reputação ou negócios da Starbase Indiana, Inc., incluindo a perda de escolas, doadores, parceiros comunitários e nosso contrato para operar com a Guarda Nacional do Estado”, foi a nota divulgada pela empresa.

Imagem reprodução Sarah Juree

A educadora Sara Seales, conhecida nas redes como Sarah Juree relatou ter ficado “Chocada e triste” com a empresa de notícias que a expos numa “vil tentativa de arruinar” a sua vida.

Após o acontecido, agora Sarah está em busca de mais assinates que queiram comprar suas fotos na plataforma adulta.

***

Imagens: Sarahjuree

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.