Professor leva aluna com deficiência nas costas para ela não perder passeio da escola

Desde que sua mãe publicou fotos de Freeman e Ryan na viagem, elas foram compartilhadas milhares de vezes.

Ana Carolina Conti Cenciani

Um professor de ensino fundamental do Kentucky, nos EUA, tem sido muito elogiado nas redes sociais e na imprensa por não ter deixado uma aluna com deficiência de fora de uma excursão da escola.

A turma da quarta série (com idades entre 10-11 anos) da Tully Elementary School estava ansiosamente esperando para visitar o Parque Estadual das Quedas D’água de Ohio – e uma das alunas ficou com o coração partido porque achava que perderia a diversão.

Ryan Neighbor, 10 anos, nasceu com espinha bífida (malformação congênita relativamente comum caracterizada por um fechamento incompleto do tubo neural), e precisa utilizar uma cadeira de rodas para se locomover.

Não seria a primeira vez que a deficiência de Ryan a impediria de participar de um passeio da escola; e, sua mãe, Shelly King, já havia começado a preparar a filha para um ‘dia alternativo’ na data da excursão dos colegas.

Felizmente, ela não precisou. Ao saber da situação, o professor Jim Freeman entrou em contato com a mãe de Ryan e se ofereceu para carregá-la nas costas durante toda a viagem.

Fiel à sua palavra, Freeman usou uma mochila especial para transportar a menina de 25 quilos, e Ryan ficou emocionada!

Desde que sua mãe publicou fotos de Freeman e Ryan na viagem, elas foram compartilhadas milhares de vezes.

“Somos muitíssimo abençoados por termos uma escola INTEIRA tão compassiva e empática que NUNCA a faz sentir-se excluída”, escreveu King na página Team Ryan no Facebook, documentando as experiências de sua filha.

Com informações de Razões para Acreditar

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.