Sylvain Helaine é um professor de jardim de infância que tem o corpo, rosto e língua cobertos de tatuagens. Além disso, recentemente, ele resolveu tatuar os seus olhos de preto.

Foto: Reprodução

Porém, as artes no corpo de Sylvain acabaram custando seu emprego na escola que trabalhava. Segundo a Reuters, ele foi demitido no ano de 2020 quando alguns pais e administradores da instituição de ensino começaram a falar sobre a possibilidade das crianças “se assustarem” com sua aparência.

O que ele diz:

Helaine tem 37 anos e contou que ensinar é uma de suas maiores paixões, além disso, o professor interpretou a demissão como um ato de preconceito. O professor dava aulas na Escola Primária Docteur Moreré, em Palaiseau, no subúrbio de Paris.

A proibição do professor veio depois que ele optou por tatuar a parte branca de seu olho de preto. Os pais de uma criança foram até a escola para reclamar sobre a aparência de Sylvain. Eles contaram que o menino, mesmo não sendo aluno do professor, teve pesadelos durante a noite depois de ter visto ele pelos corredores da escola.

Foto: Reprodução

Dois meses depois de seu afastamento da escola, ele foi liberado para ensinar crianças apenas com mais de 6 anos. Um porta-voz da autoridade educacional da região disse que ele deve ficar afastado do jardim de infância, só podendo dar aulas para crianças acima de 6 anos ou do ensino fundamental.

Sylvain conta que as crianças se chocam com sua aparência apenas no primeiro momento. Além disso, ele nunca teve problemas com os alunos de sua turma, já que as crianças e os pais o conheciam.

Foto: Reprodução

Além disso, ele relata que um de seus maiores desejos é mostrar aos alunos que as pessoas merecem ser aceitas como são e que a aparência não pode ser suficiente para determinar as relações humanas.

Com informações de Melhor com Saúde

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.