Imagem de capa Pixabay

É muito comum ver pessoas dizendo que mentem durante uma entrevista de emprego, mas o que ninguém conta são as consequências dessas mentiras. Geralmente durante a entrevista de trabalho o candidato procura impressionar o entrevistador e usar as chamadas “mentirinhas” e isso pode se tornar um grande problema.

Para ofertar seu trabalho em algumas empresas usar estratégias é sempre uma boa solução, mas quando o assunto é dizer que possui habilidades que não tem, geralmente esse fato pode trazer sérios problemas para desempenhar as tarefas do dia a dia corporativo.

Apesar de ser mais comum a mentira vir por parte do candidato ao empregado, segundo a pesquisa realizada pela Betway, site de jogos de cassino online, em alguns casos o empregador também utiliza as inverdades no seu cotidiano, como por exemplo dizer que o material entregue pelo funcionário ficou “ótimo”.

Em uma pesquisa divertida, a Betway, definiu as principais mentiras no ambiente de trabalho com curiosidades das mentiras contadas em processos seletivos, justificativas de falta desastrosas, referências profissionais e pessoais falsas e muito mais!

As principais mentiras na hora do processo seletivo

Dizem que um bom processo seletivo é capaz de demonstrar as habilidades, aptidões e até as preferências de uma pessoa e assim direcioná-la a vaga que melhor se adapta. Talvez o fato da necessidade em alcançar a vaga desejada possa ser a principal causa de inverdades durante a seleção.

É no processo seletivo que o profissional responsável utiliza técnicas para identificar o perfil do candidato e realiza testes de raciocínio lógico, conhecimentos gerais e muitos outros durante a entrevista. Para avaliar é necessário mais do que um simples bate papo, pois durante o processo é possível identificar algumas possíveis mentiras contadas durante a seleção.

Existem diversas formas para identificar se o candidato está mentindo, seja pela postura, comportamento e uma infinidade de técnicas usadas por psicólogos e profissionais da área.
Vamos entender as top cinco principais mentiras contadas no processo seletivo.

● Exagerar: Geralmente para se promover ou destacar o candidato costuma aumentar o nível de suas habilidades, essa inverdade pode ter o difícil desconforto na hora de cumprir, já que a habilidade foi projetada em um exagero;
● Habilidades inexistentes: Dizer que possui determinada habilidade também é uma das principais mentiras contadas em entrevistas de trabalho;
● Acrescentar cursos que não possui: o que de fato futuramente pode ser um grande desconforto para empregado e empregador, visto que ao ser solicitado o conhecimento o funcionário não será capaz de realizar ou ao menos terá dificuldade em fazê-lo;
● Omitir: A omissão de algo só ressalta algo em oculto o qual o candidato não quer que seja de conhecimento do contratante, e em alguns casos também poderá gerar certo desconforto em situações futuras;
● Mentir conhecimento em determinada língua: Já imaginou a tremenda “saia justa” em ser convocado a participar de uma reunião onde você alegou ter conhecimento de determinada língua e não entender absolutamente nada? Então, imagina o quanto seria mais fácil dizer a verdade.

Esses são alguns dos exemplos de consequências que podem vir de uma entrevista baseada em mentiras e meias verdades. O fato é que com o tempo aquela omissão que a pessoa acha inocente pode lhe trazer sérios problemas.

Imagem Pixabay

Mentiras esfarrapadas no ambiente de trabalho

No dia primeiro de Abril de cada ano é comemorado o dia internacional da mentira, mas a verdade é que ele não é o único dia em que as pessoas pregam verdadeiras peças com base em inverdades.

O tradicionalmente conhecido dia da mentira ganhou espaço no cotidiano de quem lida com pessoas no ambiente de trabalho, líderes de equipe e profissionais se deparam todos os dias com as famosas mentiras disfarçadas por desculpas e essa realidade cada vez mais comum é algo preocupante.

As principais mentiras no ambiente de trabalho vão desde um simples estou acabando o trabalho, quando ainda nem começou e vai até um estou passando mal, quando na verdade quer apenas se esquivar da responsabilidade do dia de trabalho ou até mesmo disfarçar outro compromisso.

Portanto, embora muitas pessoas utilizem a mentira como uma ferramenta para alcançar suas ambições e objetivos, a mentira tem consequências desastrosas no ambiente de trabalho e podem levar a demissões e muitas outras situações constrangedoras para empregado e empregador.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.