Praia deserta desde a pandemia é tomada por estrelas-do-mar. A natureza está muito melhor sem nós!

Com ruas, avenidas, parques e praias livres da nossa presença, a natureza voltou a ocupar o espaço que é seu por direito e a mostrar toda a sua exuberância. Mas o homem não a merece!

REDAÇÃO CONTI outra

Muitas vezes nós ouvimos sobre como o homem fez mal à natureza ao longo dos muitos anos em habitamos este planeta, mas com certeza não tínhamos a real noção disso até o momento em que um vírus se alastrou pelo mundo e obrigou os seres-humanos a paralisarem a maior parte de suas atividades e permanecerem em suas casas. Com ruas, avenidas, parques e praias livres da nossa presença, a natureza voltou a ocupar o espaço que é seu por direito e mostrar toda a sua exuberância.

Um dos mais recentes exemplos disso é a praia de Krabi, na Tailândia, que se viu deserta desde a ordem de isolamento social. Por lá, a ausência de banhistas promoveu maravilhas! Dia desses, a praia amanheceu repleta de lindíssimas estrelas-do-mar. Elas ocuparam seu espaço livremente sem correrem o risco de serem tiradas de seu habitat.

MAS O HOMEM NÃO MERECE O QUE TEM….

Como se sabe, as estrelas do mar são seres vivos, mas não costumam ser tratadas como tal por muitos seres-humanos. Um triste exemplo disso é o caso que aconteceu em Paraty. Uma jovem achou que seria ótimo ter uma selfie junto a um coração formado por estrelas-do-mar, por fim, essa turista tirou a vida de 31 estrelas do mar a troco de uma foto e algumas curtidas.


A situação, infelizmente, não é nova, na República Dominicana, no passeio à ilha Saona, os turistas podem pagar para moradores tirarem fotos deles segurando estrelas-do-mar.

Como se já não fosse ruim, o ato tornasse pior, isso porque as estrelas-do-mar usadas para a fotografia, são presas durante o dia na água, perdendo assim a sua liberdade, quando o barco com os turistas chegam, e encontrando seu final por puro capricho humano.

Não é difícil estão concluir que a natureza está muito melhor sem nós. Que a pandemia pelo menos nos sirva para refletir sobre como estamos tratando este planeta. A natureza pede socorro!

***

Com informações de Universo Superinteressante e Vai Paraty

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.